Capelo
Reprodução
Capelo


Rodrigo Capelo decidiu romper um 'tabu' para muitos jornalistas esportivos que preferem ocultar seus times de coração para que seus comentários não sejam vistos por seguidores e telespectadores como parcial. O jornalista especializado em negócios do esporte, nascido e criado em São Paulo, revelou que é torcedor do Vasco da Gama.

A declaração foi assunto de sua coluna desta segunda-feira no jornal 'O Globo'. Ele relembrou que passou a torcer pro Vasco em 1998, ao 'devorar' uma revista 'Placar' que falava, entre outros temas, do Vasco de Juninho Pernambucano, Carlos Germano e Mauro Galvão que foi campeão brasileiro em 1997.

Naquele período dourado, o Cruz-Maltino ainda conquistou a Libertadores (1998), além do Brasileirão e da Mercosul (2000). Em 2019, o jornalista viveu uma polêmica com o time do coração ao deixá-lo de fora de uma lista dos clubes que 'ainda são grandes' no futebol brasileiro.

Leia Também

Capelo ainda contou que o pai são-paulino tentou, sem sucesso, fazer com que ele torcesse para o Tricolor Paulista. Como morava em São Paulo, o jornalista destacou ainda que nunca assistiu um jogo em São Januário e só acompanhava o Vasco em jogos no Morumbi.

- Dediquei a coluna desta segunda, no Jornal OGlobo, para dizer para que torço para o Vasco e contar um pouco da minha história como torcedor. Transparência é deixar que as pessoas saibam quem você é, e já fazia tempo que eu queria ter essa liberdade - afirmou o jornalista, em postagem no Twitter.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários