Regata de volta ao mundo The Ocean Race divulga datas e escalas de 2023
Lance!
Regata de volta ao mundo The Ocean Race divulga datas e escalas de 2023


A regata de volta ao mundo The Ocean Race anunciou nesta segunda-feira suas datas e escalas para a próxima edição. Os barcos visitarão nove cidades internacionais icônicas em seis meses. A primeira etapa terá como ponto de partida Alicante, na Espanha, no dia 15 de janeiro de 2023. Serão 60.000 km de corrida ao todo.

- O percurso e a programação atualizados da The Ocean Race 2022-23 proporcionam seis meses intensos de corridas ao redor do mundo e desafiam os melhores velejadores e equipes de uma forma que apenas a The Ocean Race pode fazer - disse Phil Lawrence, diretor de regatas do evento.

- Acrescentamos a perna mais longa da história do evento, levando a frota a três quartos do trajeto ao redor da Antártica, e, pela primeira vez, a corrida vai começar e terminar no Mediterrâneo. Os vencedores desta edição da The Ocean Race precisarão demonstrar habilidade de elite, consistência em todos os tipos de condições de mar e resiliência diante dos contratempos inevitáveis. Isso vai além de qualquer coisa que eles tenham encontrado em qualquer outra viagem - completou Lawrence.

A primeira etapa é uma corrida de 1.900 milhas náuticas de Alicante a Cabo Verde. A chegada está prevista para 22 de janeiro. Será a primeira vez que a regata terá uma parada no arquipélago africano. Historicamente, as frotas passaram pelas ilhas enquanto se dirigiam para o sul no Atlântico. Já em Cabo Verde, a The Ocean Race vai participar da famosa Ocean Week, com enfoque nas questões de sustentabilidade locais e internacionais.

A segunda etapa terá início no dia 25 de janeiro e verá as frotas correrem até a Cidade do Cabo, com chegada no dia 9 de fevereiro. Será a 12ª vez que a corrida irá parar no extremo sul da África, tornando-se a escala mais visitada nesta edição do evento. Esta também será a primeira das três paradas de 'levantamento', onde os barcos serão içados da água para manutenção.

A etapa seguinte, que terá partida em 26 ou 27 de fevereiro, a confirmar, é uma perna recorde, com a maior distância de corrida em 50 anos do evento: uma maratona de 12.750 milhas náuticas de um mês até Itajaí, no Brasil. A chegada está prevista para 1º de abril.

Na melhor tradição da The Ocean Race, esta etapa leva os velejadores dos barcos IMOCA e VO65 a encararem os ventos furiosos do Oceano Antártico. A Antártica está à direita, e a frota precisará passar por todos os três grandes cabos do sul, o Cabo da Boa Esperança, o Cabo Leeuwin e o Cabo Horn, para chegar ao porto, sem parar, pela primeira vez.

Haverá outra parada prolongada em Itajaí antes que a corrida reinicie em direção ao norte, até Newport, em Rhode Island, na costa leste dos Estados Unidos. A partida da cidade catarinense está marcada para o dia 23 de abril e a chegada deve acontecer em 10 de maio.

De lá, a corrida retorna à Europa partindo em 21 de maio, com uma etapa transatlântica chegando em Aarhus, na Dinamarca, no dia 30 de maio. Em seguida, acontecerá uma passagem por Kiel, na Alemanha, em 9 de junho, com destino a Haia, na Holanda, chegando no dia 11. A última etapa será no dia 25 de junho e terá como destino Genova, na Itália, com chegada em 1º de julho.

Haverá regatas costeiras chamadas de "in-port" nos dias que antecedem a largada da perna em Alicante, Cidade do Cabo, Itajaí, Newport, Aarhus, Haia e Genova. Essas corridas menores serão pontuadas separadamente para cada barco, e o resultado serve como critério de desempate na classificação geral.

A última edição da regata de volta do mundo foi vencida pelo barco chinês Dongfeng Race. A brasileira Martine Grael terminou em quarto pelo Akzonobel, da Holanda.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários