Defesa para Tom Brady e New Orleans Saints bate o Tampa Bay Buccaneers
Lance!
Defesa para Tom Brady e New Orleans Saints bate o Tampa Bay Buccaneers


O New Orleans Saints apostou na qualidade de sua defesa, dominou Tom Brady e surpreendeu o universo do futebol americano ao derrotar o Tampa Bay Buccaneers por 9 a 0, no Raymond James Stadium, na partida que encerrou os jogos deste domingo (19), valendo pela semana 15 da NFL. A situação na tabela da NFC South permanece inalterada, com os Buccaneers (10-4) liderando a divisão com folga e os Saints (7-7) aparecendo logo na sequência, mas, agora, ocupando a terceira vaga de wild card da NFC.

Na próxima rodada, o New Orleans Saints recebe o Miami Dolphins, na segunda-feira (27), enquanto o Tampa Bay Buccaneers buscará selar sua classificação para a pós-temporada diante do Carolina Panthers, fora de casa, no domingo (26).

O JOGO

O primeiro tempo entre Tampa Bay Buccaneers e New Orleans Saints foi marcado pela predominância das defesas sobre os ataques adversários. Mesmo atuando em casa, os Bucs viram Tom Brady ser sacado três vezes - o veterano Cameron Jordan derrubou o QB adversário em duas oportunidades e chegou a marca de 100 sacks em sua carreira - e não conseguiram encaixar nenhuma campanha que resultou na marcação de pontos. Do outro lado, os Saints foram para o intervalo com a vitória parcial por 6 a 0, frutos de dois field goals, um em cada período inicial, convertidos por Brett Maher.

Na etapa complementar, o Tampa Bay Buccaneers seguiu com dificuldade na produção ofensiva. Sem Chris Godwin, Mike Evans e Leonard Fournette, lesionados no primeiro tempo, Brady se viu sem seus principais alvos na temporada e passou a ter dificuldades para conectar seus passes. Bem postada, a defesa dos Saints chegou a forçar um fumble de Tom Brady, recuperado por Marshon Lattimore no terceiro período.

A partida só voltaria a ter o placar movimentado já na metade do último período, com Brett Maher convertendo seu terceiro FG no confronto, desta vez de 42 jardas e ampliou a vantagem dos Saints para 9 a 0. Vendo o relógio jogar contra, Tom Brady seguiu pressionado pela defesa rival e acabou sofrendo seu quarto sack no jogo, faltando pouco mais de seis minutos para o fim da partida. Ainda daria tempo para Brady ser interceptado por Chauncey Gardner-Johnson quando tentava conectar Scott Miller, confirmando a noite ruim do QB dos Buccaneers.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários