Figueirense é condenado a pagar mais de R$ 500 mil para ex-técnico e ex-jogador do clube
Futebol Latino
Figueirense é condenado a pagar mais de R$ 500 mil para ex-técnico e ex-jogador do clube


O Figueirense terá de pagar uma quantia superior a casa dos R$ 500 mil segundo decisões judiciais favoráveis a um ex-jogador e a um ex-treinador da equipes, casos do atacante Diego Gonçalves (hoje no Botafogo) e de Vinícius Eutrópio, atual comandante do Londrina.

>Receba as principais notícias do esporte com o novo canal do LANCE!

No caso do atleta de 27 anos de idade, os pedidos judiciais foram relacionados a verbas rescisórias, bônus contratual, salários atrasados, FGTS, auxílio moradia, multas e honorários. Todos eles foram julgados como procedentes e totalizaram uma condenação de R$ 450 mil.

Já no que diz respeito ao técnico, os pedidos foram de verbas rescisórias e FGTS além de multas e honorários. Todos foram deferidos e totalizaram uma nova condenação ao Figueira, essa na casa do R$ 100 mil.

Ao todo, Diego disputou 48 partidas com a camisa do Alvinegro de Florianópolis em 2020, marcando 11 gols e dando três assistências, antes de se transferir para o Mirassol. Já Eutrópio ficou por apenas nove partidas no comando técnico em sua última passagem, no ano de 2019.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários