Rei e Rainha do Mar celebra edição na volta à praia de Copacabana
Lance!
Rei e Rainha do Mar celebra edição na volta à praia de Copacabana


O Rei e Rainha do Mar retornou ao seu tradicional palco para encerrar a temporada 2021 com milhares de atletas em diferentes modalidades e com o alto astral que é marca registrada do evento. O maior festival de águas abertas e esportes de praia do Brasil reuniu mais de 4 mil participantes na praia de Copacabana nesse domingo, dia 12, e coroou a italiana Rachele Bruni e o jovem brasileiro Luiz Felipe Loureiro, vencedores do super challenge de 10 km do RRM Copacabana 2021.

Há quase dois anos o Rei e Rainha do Mar não realizava edição nas areias e águas em seu local de nascimento, sua verdadeira casa. A saudade era grande, mas a energia dos participantes foi ainda maior. O evento reuniu atletas de 21 estados brasileiros, e mais seis países além do Brasil. Competidores da Itália, Portugal, Alemanha, Estados Unidos, Uruguai e Burkina Faso engrandeceram as disputas de natação no mar, corrida na areia, stand up paddle e biathlon (natação e corrida).

Entre os milhares de atletas inscritos que se dedicaram em suas respectivas provas, Rachele Bruni e Luiz Fernando Loureiro brilharam na disputa mais longa do evento, o super challenge de 10 km. A italiana, medalha de prata na Olimpíada Rio 2016, provou estar em sintonia com o mar de Copacabana e completou o circuito em 2 horas e 6 minutos. Já o talento brasileiro Luiz Felipe Loureiro, estreante no RRM, precisou de 1 hora e 56 minutos para triunfar.

- Estou muito feliz de vencer aqui, voltar ao Rio, um lugar especial. Sempre vou guardar a cidade em meu coração. A prova foi muito difícil, tive dificuldades ao longo do percurso, mas no final deu tudo certo. Estou muito feliz de verdade - comemorou a nadadora de 31 anos, natural de Florença, Itália. As brasileiras Cibelle Jungblut e Gloria Raizer Ribeiro completaram o pódio feminino do super challenge.

- Deu tudo certo em minha estreia no Rei e Rainha do Mar, em Copacabana, um palco olímpico. O percurso teve um pouco de marola, o que deixa ainda mais empolgante. Consegui fazer força na hora certa, me senti muito bem. A temperatura da água estava ótima, estrutura do evento impecável, então consegui nadar muito bem. É a minha principal conquista na carreira até aqui, estou muito feliz - celebrou Loureiro, gaúcho de Porto Alegre e de apenas 18 anos. Ao seu lado no pódio, o campeão contou com os brasileiros Thiago Maturana Ruffini e Luiz Felipe Pires, segundo e terceiro colocados, respectivamente.

O RRM Copacabana 2021 contou com programação voltada à família e atletas. Entre as opções de natação, estavam a categoria open (500 metros), sprint (1 km), classic (2,5 km) e challenge (5 km), além do super challenge (10 km). A corrida ofereceu o beach run (2,5 e 5 km) e o beach biathlon (1 km de natação no mar e 2,5 km de corrida na areia da praia). Stand up paddle teve duas distâncias no percurso pela deslumbrante orla da praia de Copacabana, 3 e 6 km. As crianças também participaram do festival com provas de corrida e natação dedicadas a elas (a partir de 3 anos para kids run e 9 anos para natação no mar, contando com todo suporte de segurança do evento), assim como os atletas PcD. Todos os resultados estão disponíveis por meio do site reierainhadomar.com.br.

A tradicional troca de leite em pó por produtos de edições passadas do evento arrecadou, em dois dias de ação, 1.021 latas que serão doadas para caridade. O projeto Ilhas do Rio, parceiro do RRM, esteve presente nas areias de Copacabana para incentivar mutirões de limpeza nas praias do Rio, além de recolher lixo eletrônico e conscientizar o público sobre poluição marinha.

- Vivenciamos uma manhã incrível com famílias e atletas de diversos os tipos na praia de Copacabana, todos com sorriso no rosto, praticando esporte e celebrando a vida. Era nítido que as pessoas estavam felizes por participar daquele momento, de sentir aquela sensação novamente, aquele clima, a positividade que é peculiar do Rei e Rainha do Mar. Foi especial - avaliou o CEO da Effect Sport e ex-nadador profissional, Pedro Rego Monteiro.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários