Após ser vice do Brasileirão Sub-20, São Paulo vai encarar Copinha como 'vestibular' para reforçar profissional
Rafael Franco
Após ser vice do Brasileirão Sub-20, São Paulo vai encarar Copinha como 'vestibular' para reforçar profissional


O Tricolor conheceu na última segunda-feira quais serão os seus primeiros adversários na Copa São Paulo de Juniores de 2022 . Em evento realizado pela Federação Paulista de Futebol (FPF), o clube soube que o seu time terá pela frente o São Caetano e os modestos Desportiva Perilima-PB e CSE-AL pelo Grupo 21 da competição, que será realizada entre os dias 2 e 25 de janeiro.

> Conheça o aplicativo de resultados do LANCE!

Os confrontos desta chave ocorrerão em São Caetano do Sul, ainda em datas a serem confirmadas pela FPF, e o time sub-20 são-paulino, comandado pelo ex-meia Alex, terá mais uma grande chance de mostrar a sua força depois de ter encerrado o último Campeonato Brasileiro da categoria como vice-campeão.

E essa Copinha será encarada pela equipe como um verdadeiro "vestibular" na luta por uma vaga no elenco profissional comandado por Rogério Ceni, que irá observar com muita atenção o desempenho dos jovens da base no torneio com o objetivo de aproveitar alguns deles no seu grupo para a próxima temporada.

Em um cenário de grave crise financeira, com uma alta dívida e sem condições de fazer grandes contratações para 2022, o São Paulo sabe que aproveitar o máximo possível dos bons valores da sua equipe sub-20 é uma tendência e pode ser uma ótima alternativa para fortalecer o seu elenco, cujas carências foram admitidas por Rogério Ceni repetidas vezes na reta final do Brasileirão.

O treinador são-paulino evitou entrar em detalhes em relação às posições que são as suas prioridades para fortalecer o grupo de jogadores para a próxima temporada, mas deu a entender que buscará principalmente a contratação de um novo lateral-direito, de um atacante e de um meia de ligação.

Do atual elenco sub-20 do Tricolor, o atacante Juan e o meia Talles chegaram a defender o time profissional na última temporada. Caio, outro atacante da base, também foi relacionado para atuar pela equipe principal, mas não foi utilizado em nenhuma partida. Entre estes três nomes, Talles, que completou 19 anos em agosto passado, já foi integrado ao grupo dirigido por Ceni. E, em julho, o jovem teve o seu contrato renovado pelo clube até dezembro de 2024.

APÓS TÍTULO EM 2019, TIME IRÁ EM BUSCA DO PENTA NA COPINHA

Quatro vezes campeão da Copa São Paulo, com os títulos de 1993, 2000, 2010 e 2019, o Tricolor foi vice-campeão sub-20 nesta temporada ao ser derrotado pelo Internacional, que faturou também a taça da última Copinha, em 2020, quando o time são-paulino foi eliminado pelo Oeste nas quartas de final. Assim, em 2022, a equipe lutará para buscar um pentacampeonato do torneio.

Neste ano, a principal competição de juniores do País não foi realizada por causa da pandemia da Covid-19. Com 128 clubes divididos em 32 grupos, o torneio de 2022 classifica os dois primeiros colocados de cada chave à segunda fase, a partir da qual os duelos serão eliminatórios. E pelo fato de não ter sido realizada em 2021, a Copinha será sub-21 e não sub-20 em sua próxima edição, pois assim dará chance aos jovens que já passaram dos 20 anos e que não puderam jogar a competição em janeiro passado pelo cancelamento do evento.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários