Vitória do Corinthians na semifinal do Mundial de 2012 completa nove anos
Lance!
Vitória do Corinthians na semifinal do Mundial de 2012 completa nove anos


Há nove anos, o Corinthians derrotava o Al Ahly, do Egito, pela semifinal do Mundial de Clubes de 2012. O triunfo foi o primeiro passo para uma das mais importantes conquistas da história corintiana.

O resultado foi garantido por um gol marcado pelo atacante Paolo Guerrero, no primeiro passo para o peruano entrar definitivamente para a história do Timão, já que na decisão, contra o Chelsea, da Inglaterra, o tento do título saiu novamente da cabeça do camisa 9, em nova vitória por 1 a 0.

Guerrero não estava no Corinthians na conquista da Libertadores cinco meses antes, tendo chegado sete dias após o título ser confirmado. O jogador foi contratado por 3 milhões de euros (R$ 7,5 mi à época), vindo do Hamburgo, da Alemanha.

O jogo

O Corinthians, escalado pelo técnico Tite, foi a campo com Cássio; Alessandro, Chicão, Paulo André e Fábio Santos; Ralf, Paulinho, Douglas e Danilo; Emerson Sheik e Paolo Guerrero.

A partida foi equilibrada no primeiros minutos, com o Timão entrando em campo demonstrando nervosismo. Mas após os 15 minutos do primeiro tempo, a equipe dirigida por Tite começou a se soltar. Aos 29 minutos da etapa inicial, a defesa do clube egípcio afastou uma bola levanda após cobrança de escanteio, a redonda voltou para o meia Douglas, que cruzou de três dedos no segundo pau, Guerrero ganhou de cabeça da marcação e colocou no canto direito do goleiro.

No segundo tempo, o Al Ahly tentou se soltar mas o Corinthians foi bastante sólido defensivamente, e não conseguiu criar grandes oportunidades de gols.

Torcida corintiana

Mais de 31 mil torcedores estiveram no Toyota Stadium, na cidade japonesa de Toyota, sendo a grande maioria corintianos. O fênomeno repetido na decisão, em Yokohama, foi chamado pelo clube como 'Segunda Invasão Corintiana', se remetendo ao feito da Fiel Torcida na semifinal do Brasileirão de 1976, contra o Fluminense, onde mais de 70 mil alvinegros se deslocaram de São Paulo para o Rio de Janeiro.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários