De olho na Libertadores, Fluminense se volta inicialmente no mercado para jogadores mais 'cascudos'
Felippe Rocha, Matheus Dantas, Melina Rodrigues e Vinícius Faustini
De olho na Libertadores, Fluminense se volta inicialmente no mercado para jogadores mais 'cascudos'


Em suas primeiras movimentações no mercado da bola, o Fluminense sinalizou que a experiência será crucial para um 2022 no qual volta a ter uma caminhada na Copa Libertadores. Além do Tricolor das Laranjeiras ter acordado o empréstimo do lateral Pineida , de 29 anos , o mandatário Mário Bittencourt declarou que há um "pré-acordo" com Felipe Melo , de 38 anos.

A aposta em um aumento na média de idade foi admitida pelo presidente do Fluminense durante a premiação do Craque do Brasileirão, na última sexta-feira (10).

- O futebol brasileiro, em razão do êxodo dos jovens de todos clubes, a tendência é que os grandes elencos sejam formados por atletas mais maduros. Entre os times que brigam pelo topo da tabela, a média de idade de 29, 30 anos do elenco - disse.

Em seguida, ele apontou que os veteranos podem contrabalançar uma equipe que teve destaques mais jovens (entre eles, o meio-campista André).

- Trabalhamos com nossas convicções e é importante ter essa mescla entre experientes e jovens. Somos o clube que mais usa pratas da casa na Série A. Nos classificamos para a Libertadores com Marcos Felipe, André, Martinelli, Luiz Henrique... É uma prova de como usamos Xerém - afirmou.

A classificação para o mata-mata da Libertadores foi marcada por momentos extenuantes. Durante o Brasileiro, o Fluminense teve oscilações em alguns setores e viu sua afobação causar perdas de pontos cruciais e não se classificar diretamente na fase de grupos .

A expectativa de transmitir a experiência de grandes campanhas entra neste contexto.

- A contratação do Felipe Melo foi avaliada pela nossa equipe técnica, é um jogador que já vínhamos tentando, no início de 2021, mas ele acabou estendendo o contrato com o Palmeiras. É um jogador com mais de 70 jogos nos últimos dois anos. Em cinco anos no Palmeiras, o que ele menos fez jogos foi no primeiro ano. A cada ano foi fazendo mais partidas. É um jogador espetacular, vencedor, de um perfil que estamos procurando. Já tínhamos a ideia de jogar a Libertadores e queremos jogadores com o perfil da competição. Costumo dizer que existem jogadores fora da média. Tivemos o Nenê, o próprio Fred... - destacou Mário Bittencourt.

Pineida tem um título equatoriano no currículo, além de 165 partidas com a camisa do Barcelona de Guayaqui. Na sequência de jogos pelo clube, fez parte das campanhas de 2017 e deste ano, quando os Canarios foram semifinalistas. Em 33 jogos nesta temporada, marcou um gol.

Depositar as fichas em pilares é um desafio para dar mais solidez a um elenco repleto de jovens com potencial.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários