Charles do Bronx e Amanda Nunes disputam cinturão no UFC 269, neste sábado (11)
TATAME
Charles do Bronx e Amanda Nunes disputam cinturão no UFC 269, neste sábado (11)


Após muita expectativa por parte dos fãs de MMA ao longo dos últimos meses, o UFC 269, enfim, acontece neste sábado (11), em Las Vegas (EUA). O card vai contar com duas disputas de cinturão que prometem emoção do início ao fim. Na luta principal, o campeão peso-leve Charles do Bronx defende seu cinturão diante de Dustin Poirier, enquanto no co-main event, Amanda Nunes coloca seu título peso-galo em jogo diante de Julianna Peña.

Além de Charles do Bronx e Amanda Nunes, outros seis brasileiros vão marcar presença no card do UFC 269. No card principal, pela categoria peso-galo, Raulian Paiva enfrenta Sean O’Malley. Já no card preliminar, Pedro Munhoz, Augusto Sakai, Bruno Blindado, André Sergipano e Priscila Pedrita enfrentam Dominick Cruz, Tai Tuivasa, Jordan Wright, Eryk Anders e Gillian Robertson, respectivamente.

Charles do Bronx defende cinturão contra Poirier

Após conquistar o cinturão peso-leve em maio, ao derrotar Michael Chandler no UFC 262, Charles do Bronx (31-8) vai para a sua primeira defesa de título na categoria. Vivendo a melhor fase da sua carreira, o brasileiro de 32 anos, recordista em número de finalizações na história do Ultimate, vem embalado por uma incrível sequência de nove triunfos consecutivos na organização.

O desafio no UFC 269, porém, não será fácil. Também com 32 anos, Dustin Poirier (28-6) também vive um momento muito especial em sua carreira e ganhou notoriedade ao emplacar duas vitórias em sequência sobre o ex-campeão duplo Conor McGregor, em janeiro e em junho deste ano. Além disso, o americano perdeu apenas uma das suas últimas nove lutas no UFC. Seu último revés aconteceu em 2019, quando foi superado pelo ex-campeão Khabib Nurmagomedov na luta principal do UFC 242.

Amanda Nunes encara Julianna Peña pelo título

Cada vez mais dominante dentro do UFC, Amanda Nunes (21-4) terá mais um desafio neste sábado. Campeã peso-galo e peso-pena da organização norte-americana, a brasileira de 33 anos chega para defender seu título da divisão até 61kg embalada por uma sequência impressionante de 12 vitórias seguidas e sem perder uma luta desde 2014, quando foi superada por Cat Zingano.

Um ano mais nova, Julianna Peña (10-4) será mais uma a tentar chocar o mundo do MMA no card do UFC 269. Americana de origem venezuelana, a lutadora venceu duas das suas últimas três lutas no UFC e, em sua última apresentação, em janeiro deste ano, derrotou Sara McMann por finalização no card do UFC 257.

Outros seis brasileiros em ação

Mais seis brasileiros vão estar em ação ao longo do tão aguardado card do UFC 269. Vindo de três vitórias seguidas, sobre Mark De La Rosa, Zhalgas Zhumagulov e Kyler Phillips, o peso-galo Raulian Paiva (21-3) terá pela frente o polêmico Sean O’Malley (14-1). Desde que chegou ao Ultimate, em 2018, o americano fez seis combates e venceu cinco deles. Em sua última luta, em uma performance dominante, derrotou Kris Moutinho por nocaute técnico no terceiro round.

Quem também terá um duro desafio pela frente é Pedro Munhoz (19-6). O peso-galo brasileiro vem em uma fase irregular no Ultimate, com três derrotas em suas últimas três lutas, a mais recente delas em agosto, quando foi superado pelo compatriota José Aldo. Seu oponente nesta noite será o ex-campeão Dominick Cruz (23-3). O americano, atualmente com 36 anos, vinha de reveses para Cody Garbrandt e Henry Cejudo, mas em março deste ano, derrotou Casey Kenney por decisão dividida no UFC 259 e retomou o caminho das vitórias.

No peso-pesado, Augusto Sakai (15-3) também vai em busca de redenção na franquia. O curitibano, que vem de derrotas para Alistair Overeem e Jairzinho Rozenstruik, respectivamente, terá pela frente no card preliminar o australiano Tai Tuivasa, atleta que vive um momento oposto na organização e vem embalado por três vitórias seguidas, sobre Stefan Struve, Harry Hunsucker e Greg Hardy.

Na divisão peso-médio, Bruno Blindado (21-6) vai tentar manter sua invencilidade no UFC. Desde que chegou à companhia, este ano, o atleta emplacou dois triunfos, diante de Wellington Turman e Andrew Sanchez. Seu adversário será o americano Jordan Wright (12-1), lutador que venceu duas das suas últimas três lutas no Ultimate, e em sua última apresentação, em maio, superou Jamie Pickett por nocaute técnico.

Também na divisão até 84kg, outro brasileiro que vem invicto e em ótimo momento é André Sergipano (21-4). O faixa-preta de Jiu-Jitsu já emplacou três triunfos em sequência, sobre Antonio Arroyo, Bartosz Fabinski e Ronaldo Jacaré, e neste sábado vai tentar mais um resultado positivo, agora diante de Eryk Anders (14-5), americano que entrou em ação pela última vez em junho, derrotando Darren Stweart por decisão unânime.

Abrindo o card deste sábado, pela categoria peso-mosca feminino, Priscila Pedrita (10-3) vai em busca de mais um resultado positivo. Após vencer Shana Dobson e Gina Mazany, a brasileira agora terá pela frente Gillian Robertson (9-6), canadense que vem de derrotas para Taila Santos e Miranda Maverick.

CARD COMPLETO:

UFC 269
T-Mobile Arena, em Las Vegas (EUA)
Sábado, 11 de dezembro de 2021

Card principal (00h, horário de Brasília)
Peso-leve: Charles do Bronx x Dustin Poirier
Peso-galo: Amanda Nunes x Julianna Peña
Peso-meio-médio: Geoff Neal x Santiago Ponzinibbio
Peso-mosca: Kai Kara-France x Cody Garbrandt
Peso-galo: Raulian Paiva x Sean O’Malley

Card preliminar (20h, horário de Brasília)
Peso-pena: Josh Emmett x Dan Ige
Peso-galo: Pedro Munhoz x Dominick Cruz
Peso-pesado: Augusto Sakai x Tai Tuivasa
Peso-médio: Jordan Wright x Bruno Blindado
Peso-médio: André Sergipano x Eryk Anders
Peso-mosca: Miranda Maverick x Erin Blanchfield
Peso-pena: Ryan Hall x Darrick Minner
Peso-galo: Randy Costa x Tony Kelley
Peso-mosca: Gillian Robertson x Priscila Pedrita

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários