Minnesota Vikings flerta com o azar, mas vence o Pittsburgh Steelers e evita remontada histórica do rival
Lance!
Minnesota Vikings flerta com o azar, mas vence o Pittsburgh Steelers e evita remontada histórica do rival


O calejado torcedor do Minnesota Vikings adicionou mais um capítulo à sua sofrida história, nesta quinta-feira (9), na partida que marcou a abertura da semana 14 da temporada regular da NFL. Como em um filme com roteiro de Hollywood, este mesmo torcedor se viu diante de um “plot” que teve início apoteótico e dominante de sua equipe, mas viu a vantagem ir caindo por terra até transparecer que o final seria trágico, aumentando ainda mais o sofrimento de quem comunga com as cores dos Vikings. Entretanto, contrariando o destino que parecia ser cruel com o Minnesota mais uma vez, o fâ do Minnesota Vikings pôde extravasar a celebração pela vitória por 36 a 28, sobre o Pittsburgh Steelers, no U.S. Bank Stadium.

Cada equipe começaria o confronto desperdiçando a chance de abrir o placar através de field goals que acabarem indo para fora. Depois do erro do kicker Greg Joseph, o Minnesota Vikings tomou as rédeas da partida para si e chegou a abrir 29 a 0 até o princípio do terceiro período, contando com grande atuação do running back Dalvin Cook. Explosivo e dominante, Cook contribuiu com dois touchdowns terrestres para que os Vikings caminhassem para uma vitória tranquila - o outro havia sido anotado na conexão de Kirk Cousins para Justin Jefferson, enquanto Greg Joseph colocou os pés na fôrma e acertou seus três field goals que ajudaram a estabelecer a larga vantagem do time da casa.

Pronto, parecia que o torcedor do Minnesota Vikings poderia descansar com a grande atuação de sua equipe. Ledo engano! Quem era dominante passou a ser dominado e o Pittsburgh Steelers foi ganhando confiança na partida, primeiro com seu running back Najee Harris, dono de dois TDs terrestres. Até mesmo o sonolento Ben Roethlisberger acordaria e, como em um passe de mágica, começou a encaixar seus passes. Em pouco mais de um quarto de jogo - do final do terceiro período até o encerramento da partida, o veterano QB dos Steelers conectou três touchdowns e reduziu a desvantagem dos Steelers para 36 a 28, que acabaria sendo o placar final minutos mais tarde. Faltou apenas combinar com o roteirista de Hollywood um touchdown na última campanha da equipe, que até chegou ao campo de defesa dos Vikings, mas não conseguiu movimentar o placar da forma necessária - um TD e uma conversão de dois pontos - para empatar o confronto.

Pelo lado do Minnesota Vikings, é preciso destacar a partida fenomenal de Dalvin Cook, dono de dois TDs, 205 jardas terrestres em 27 corridas, além de mais 17 jardas aéreas. Já no Pittsburgh Steelers, Najee Harris atingiu 94 jardas no chão, em 20 carreiras e também marcou dois touchdowns no jogo, assim como Cook.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários