Tamanho do texto

O clube afirmou que tomará as "devidas providências" após se reunir com o ex-jogador do São Paulo, que frequentemente se envolve em polêmicas

Lance


Lateral Régis arrow-options
Divulgação
Lateral Régis, do São Bento, abandonou reabilitação contra as drogas

O lateral-direito Régis, ex-São Paulo e do São Bento, abandonou "por vontade própria" o tratamento clínico contra dependência química iniciado sob supervisão do clube em março. A informação foi dada pelo São Bento, nesta segunda-feira, por meio de nota oficial. Por conta deste abandono, o jogador, atualmente com 30 anos, foi cortado de jogo contra o Coritiba, nesta terça-feira, pela Série B do Campeonato Brasileiro.

Leia também: Lateral Régis é preso por embriaguez ao volante e posse de drogas

Na nota oficial, a assessoria de imprensa do clube divulgou que Régis  não compareceu aos treinos de domingo e desta segunda-feira. Ainda por meio da nota, a assessoria de imprensa do São Bento informou que a diretoria do clube deve se reunir com o atleta e tomará as "devidas providências".

Depois do anúncio, o técnico Doriva, do São Bento, conversou com a imprensa e lamentou que o jogador tenha abandonado a reabilitação contra as drogas .

"Ele abandonou o treinamento e a gente lamenta a ausência dele. Ele vinha treinando, participando dos jogos, focado. A gente não sabe ainda o motivo, mas a gente lamenta a situação. A gente sabe que é um processo, que não é tão simples. A gente torce para ele se recuperar, para que ele consiga como ser humano a voltar a ter dignidade".

Leia também: Ex-São Paulo, lateral Régis é detido em Maceió ao tentar invadir motel

Em março, Régis foi detido por embriaguez ao volante, posse de drogas e resistência à prisão. Ele ficou detido por algumas horas, sendo liberado ainda no mesmo dia. O episódio de março foi a terceira prisão de Régis em menos de um ano. Nas outras, ele foi acusado de tentar invadir um apartamento no Distrito Federal e invadir um motel em Maceió.