Lance

Lance

Jorge Sampaoli falando ao microfone
Reprodução
Sampaoli acabou sendo punido em nova sessão do STJD

Depois de ser absolvido pelo STJD (Superior Tribunal de Justiça Desportiva), o técnico Jorge Sampaoli foi punido nesta sexta-feira (7), em nova sessão, por ter invadido a área técnica e xingados o árbitro Rafael Tracci, com gancho de um jogo. O procurador-geral Felipe Bevilacqua se mostrou descontente com a absolvição e recorreu.

Entretanto, o argentino já cumpriu a suspensão na partida de ida com o Atlético-MG pela Copa do Brasil. Assim, Sampaoli poderá comandar normalmente o Santos contra o "Galo", neste domingo, às 19h, na Vila Belmiro, dessa vez pelo Campeonato Brasileiro.

“O que aconteceu é fora de qualquer julgamento que eu tenha visto no STJD. Esse caso tomou uma negativa. Não conseguiram elidir o que foi narrado na súmula e mesmo assim foram absolvidos. Leandro Castán e Max Lopez xingaram e chamaram o árbitro de ladrão.

O técnico do Santos ratificou o que foi narrado na súmula e ainda assim foi absolvido. Sampaoli invadiu as áreas várias vezes na partida e depois ainda ofendeu a arbitragem cometendo duas infrações distintas. Por fim, ao clube houve várias condutas distintas no artigo 213 relatadas na súmula e que precisam ser punidas”, disse o procurador-geral.

A reportagem entrou em contato com o Santos e o clube não demonstrou preocupação com o corrido e explicou que "de acordo com o Artigo 170 do CBJD (Código Brasileiro de Justiça Desportiva), a punição pode ser aplicada uma vez a cada seis meses ao denunciado".

"Ressalto que a pena de advertência não acarreta em nenhum prejuízo de ordem técnica e/ou desportiva, sendo certo que, conforme o art. 170 da CBJD, esta somente poderá ser aplicada uma vez a cada seis meses ao denunciado.

Desta forma, com o trinador Jorge Sampaoli já cumpriu suspensão automática, o mesmo se encontra em condições de participar de qualquer partida organizada pela Confederação Brasileira de Futebol."

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários