Tamanho do texto

O Brasil venceu Montenegro por 29 a 23. Na fase classificatória, o time da casa obteve quatro vitórias e uma derrota

Francielle Rocha sofre falta durante partida contra Montenegro
Divulgação Rio 2016
Francielle Rocha sofre falta durante partida contra Montenegro

Estadão Conteúdo

A seleção feminina de handebol fechou a primeira fase do torneio olímpico dos Jogos do Rio com mais uma vitória, ao fazer 29 a 23 na manhã deste domingo sobre Montenegro, na Arena do Futuro. O quarto resultado positivo em cinco jogos confirma o status de favorita à medalha, e já foi suficiente para garantir a primeira posição do grupo. Mesmo que a Noruega vença a Romênia mais tarde, o Brasil será líder pelo confronto direto, pois bateu as norueguesas na estreia.

Rio 2016:  Acompanhe os Jogos Olímpicos em tempo real

Apesar do excelente retrospecto, o técnico Morten Soubak e suas comandadas descartam falar em favoritismo. "Chegamos ao Rio com os dois pés no chão, e vamos continuar assim. Para nós, nada mudou. Mas agora é outro campeonato. Passa a ser mata-mata. Vamos continuar da mesma forma que tratamos cada jogo", afirmou o treinador. 

O provável adversário das quartas será a Holanda. Antes dos Jogos do Rio, as equipes se enfrentaram duas vezes, com uma vitória brasileira e um empate. "Agora a situação é outra. Em amistoso, o clima é bem diferente. Nós evoluímos desde então, assim como elas também. Quartas de final é um outro torneio. Nossa derrota para a Espanha nos fez crescer", comentou Duda Amorim, uma das principais jogadoras do Brasil.

BRASIL X MONTENEGRO

Já classificado, o Brasil fez um jogo diferente dos anteriores. O ambiente pareceu bem menos efusivo. A equipe administrou a vantagem sem ser muito incomodada por Montenegro, que já entrou em quadra eliminado. O time da casa não construiu jogadas que incentivassem a euforia do ginásio durante a maior parte do tempo. A condução tranquila, com um placar de pouca vantagem, dificultava o objetivo de garantir o primeiro lugar do grupo na disputa direta com a bicampeã olímpica Noruega.

A manutenção do Brasil à frente de Montenegro na partida da manhã começou logo cedo. Com quatro minutos, o placar já era de 5 a 1. Mesmo com alguns intervalos no primeiro tempo sem marcar, a equipe da casa conduziu a vantagem até fechar o primeiro tempo 12 a 10, apesar da força da marcação das adversárias. Montenegro até exagerou na defesa em alguns lances e teve de ficar por duas vezes com jogadoras suspensas por dois minutos.

Fique por dentro: Quadro de medalhas do Rio 2016

O segundo tempo até começou com o Brasil mais incisivo, ampliando para cinco gols a vantagem sobre as adversárias, que fecharam a participação no torneio com cinco derrotas em cinco jogos. Somente no últimos minutos o placar aumentou, junto com a gritaria da torcida. A tendência é tanto o apoio do público, como a atuação em quadra, serem mais vibrantes nas quartas de final.

A rodada começou com Brasil e Noruega empatados em pontos, mas com saldo de gols mais favorável às escandinavas: 19 a 15. A equipe europeia entra em quadra no fim da tarde deste domingo contra a Romênia, que deve dificultar o jogo por ainda não estar classificada. Se as favoritas ganharem, devem confirmar a primeira posição e, teoricamente, ter um adversário mais fácil nas quartas de final, contra o quarto colocado do grupo A. A definição completa dos confrontos será somente ao fim da rodada. O mata-mata começa já na manhã da próxima terça-feira.