Tamanho do texto

Novak Djokovic supera Stanislas Wawrinka e Alexsandr Dolgopolov derrota Tomas Berdych no Masters 1000


Murray saca na partida contra Gasquet
Rob Carr/Getty Images
Murray saca na partida contra Gasquet

O britânico Andy Murray mostrou todo seu talento nesta sexta-feira para reverter situação adversa e vencer de virada o francês Richard Gasquet, garantindo-se assim nas semifinais do Masters 1000 de Cincinnati.

O número 2 do mundo despachou o rival em jogo de três sets, que teve parciais de 4-6, 6-1 e 6-4. O confronto durou duas horas e seis minutos, sendo a mais longa disputa de quartas de final até aqui, com três partidas já realizadas.

O escocês vai lutar, neste sábado, por vaga na final com o suíço Roger Federer, que superou o espanhol Feliciano López por 6/3 e 6/4.

Murray luta neste ano pelo terceiro título no Masters 1000 de Cincinnati. As duas conquistas anteriores aconteceram em 2008 e 2011.

Em outro jogo das quartas, o número 1 do mundo, Novak Djokovic, derrotou com extrema tranquilidade o suíço Stanislas Wawrinka, na reedição da final de Roland Garros, por 6-4 e 6-1. O sérvio mostrou paciência, principalmente no primeiro set, em que esperou até o nono game para quebrar o serviço do rival, fazer 5-4, e assim precisar apenas confirmar seu saque para fechar a parcial. Depois disso, Djokovic sobrou e não deu mais chances a Wawrinka.

Por fim, o ucraniano Alexsandr Dolgopolov alcançou sua segunda semifinal de um Masters 1000 ao superar o checo Tomas Berdych, algoz de Thomaz Bellucci, por 6-4 e 6-2.


    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.