Tamanho do texto

Atuais campeãs mundiais precisavam chegar cinco posições à frente de embarcação italiana na última etapa, e conseguiram


Martine Grael e Cahena Kunze triunfam na Baía de Guanabara
Wander Roberto/Inovafoto
Martine Grael e Cahena Kunze triunfam na Baía de Guanabara

Campeãs mundiais na 49erFX, Martine Grael e Kahena Kunze confirmaram o favoritismo e conquistaram o bicampeonato do Aquece Rio Regata Internacional de Vela, evento-teste da Olimpíada.

"Velejamos muito bem no início do campeonato e no final tivemos dias desafiadores. Hoje conseguimos dar uma salvada no fim da regata e ganhar de novo. Na vela é muito difícil ter certeza de alguma coisa, um esporte muito inconstante. Na regata da medalha, arriscamos e as decisões tomadas se mostraram melhores", disse Martine.

Martine e Kahena entraram na disputa da regata da medalha na segunda posição. Para ficar com o ouro, precisavam chegar cinco posições à frente das italianas Giulia Conti e Francesca Clapcich, então líderes. As brasileiras terminaram a regata decisiva na quarta posição, enquanto as rivais chegaram em último (décimo). Assim, Martine e Kahena somaram 52 pontos perdidos, contra 55 das adversárias, que ficaram com a prata. O bronze foi para as suecas Lisa Ericson e Hanna Klinga, com 60.

"Não largamos muito bem, foi complicado o início, com nossas adversárias nos marcando. Mas conseguimos manter a calma, tomamos boas decisões contra as suecas e no fim arriscamos um pouco e conseguimos um vento a mais para buscar os pontos que precisávamos para ganhar", afirmou Kahena.

Robert Scheidt ficou em quarto
Wander Roberto/Inovafoto
Robert Scheidt ficou em quarto

As brasileiras vêm obtendo bons resultados na temporada. A prata no Pan de Toronto foi inesperada, considerando-se seu favoritismo. Em etapas da Copa do Mundo da Federação Internacional de Vela (ISAF), somam um ouro em Weymouth, na Inglaterra; uma prata em Hyères, na França; e um bronze em Miami, nos Estados Unidos.

Na Laser, Robert Scheidt terminou na quarta colocação na classificação geral. Na regata da medalha, o bicampeão olímpico chegou em segundo lugar, terminando a competição com 74 pontos perdidos. O ouro foi para o italiano Francesco Marrai, com 64, a prata para o francês Jean Baptiste Bernaz, com 70, e o bronze para o australiano Tom Burton, com 72.

"Foi uma semana um pouco inconstante da minha parte. Não que eu tenha velejado mal, mas no segundo dia tive duas regatas ruins. E na quinta-feira eu larguei escapado na primeira regata. Isso custou muito na pontuação", disse Scheidt.

Na Laser Radial, Fernanda Decnop chegou em sétimo na regata da medalha, terminando em nono na classificação geral, com 96 pontos perdidos. O ouro foi para a esposa de Robert Scheidt, Gintare Scheidt, com 51 pontos perdidos. A prata ficou com a belga Evi Van Acker, com 57, e o bronze com a holandesa Marit Bouwmeester, com 69.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.