Tamanho do texto

Equipe arrecadou quase R$ 2 milhões líquidos por jogo no Brasileirão deste ano, sendo que em 2013 a arrecadação média como mandante foi de R$ 504,6 mil

Corintianos em Itaquera: casa sempre cheia
Rodrigo Gazzanel/Futura Press
Corintianos em Itaquera: casa sempre cheia

A Arena de Itaquera, ao menos até agora, é uma mina de ouro para o Corinthians . Rendas milionárias são habituais no estádio, que recebeu três jogos da equipe pelo Brasileirão 2014. Em relação a 2013, quando ainda não podia jogar em casa, o time quase quadriplicou o faturamento com bilheteria.

Em 2014, o Corinthians passou a jogar em seu novo estádio na quinta rodada da competição nacional, embora tenha usado o Canindé nos dois jogos seguintes porque a Arena estava cedida à Fifa. Nos três jogos que fez em Itaquera, o Corinthians acumulou R$ 5,96 milhões líquidos, média de quase R$ 2 milhões por jogo.

Confira classificação, tabela de jogos, artilharia e notícias do Campeonato Brasileiro

No Brasileirão 2013, o Corinthians arrecadou, em média, R$ 504,6 mil líquidos por partida. Na ocasião, o time mandou 14 jogos no Pacaembu, dois em Mogi Mirim, dois em Araraquara e um em Itu.

Leia mais: Elias revela saudade do Pacaembu, mas vê Arena como 'caldeirão'

O aumento do público ajuda a explicar o faturamento elevado, claro. Jogando em Itaquera pelo Brasileirão, o Corinthians levou ao estádio, em média, 35.295 torcedores. Em 2013, a média de público como mandante foi de 24.440. Porém, outros fatores colaboram, como o preço dos ingressos e as despesas reduzidas.

Em Itaquera, o ingresso custa, em média, R$ 78,3, sendo que o mais barato custa R$ 25. No Pacaembu, em 2013, o mais barato saía por R$ 15, e em média o bilhete custava menos da metade: R$ 34,6. Dono do estádio, o clube também deixou de pagar os R$ 74 mil do aluguel do Pacaembu.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.

    Notícias Recomendadas