Tamanho do texto

Presidente vascaíno deverá entregar um documento sobre o caso à 17ª Delegacia de Polícia do Rio, em São Cristóvão

Dinamite não será candidato à reeleição no pleito presidencial que ocorrerá em agosto
Flickr/Vasco
Dinamite não será candidato à reeleição no pleito presidencial que ocorrerá em agosto

O presidente do Vasco , Roberto Dinamite, recebeu nesta sexta-feira da comissão interna de sindicância um relatório sobre a investigação do "mensalão vascaíno", como vem sendo apelidado um suposto escândalo que envolve a entrada de 3.062 fichas de inscrição para sócios do clube somente no mês de abril. Em agosto, o Vasco vai ter eleições presidenciais, que atualmente estão ameaçadas inclusive por ações judiciais.

Roberto Dinamite deverá agora entregar um relatório ao delegado Maurício Luciano, da 17ª Delegacia de Polícia, no bairro de São Cristovão, no Rio de Janeiro, para que ele dê sequência ao processo de investigação. É possível que boa parte dos sócios seja ouvida pelos policiais para esclarecimento. Apesar de o pleito ter virado caso de polícia, ainda não existe nenhuma confirmação sobre adiamento.

Roberto Dinamite não é candidato à reeleição no Vasco e a disputa caminha, neste momento, para uma tranquila vitória do principal líder da oposição, o ex-presidente Eurico Miranda. O antigo cartola, bastante conhecido em São Januário, ganhou força depois que o atual mandatário não conseguiu bons resultados dentro de campo, amargando mais um rebaixamento da equipe carioca à segunda divisão do Campeonato Brasileiro.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.