Tamanho do texto

Fernanda Colombo "pareceu aceitar alguns tipos de trabalhos que possam surgir", diz comunicado do assessor de imprensa

A auxiliar de arbitragem Fernanda Colombo emitiu um comunicado nesta quinta-feira, um dia após a suspensão por 120 dias do diretor de futebol do Cruzeiro Alexandre Mattos, punido porque sugeriu que ela posasse nua e largasse a arbitragem. Ela se diz focada no trabalho no futebol, mas não descarta atuar em outras áreas, como a mídia.

"Fernanda não quer que nada possa atrapalhar sua carreira como assistente de arbitro", inicia o texto, que mais adiante admite a existência de propostas para ela trabalhar na televisão ou em outras mídias. "Ela está indo a um psicólogo e parece que está mudando bastante. Fernanda pareceu aceitar alguns tipos de trabalhos que possam surgir".

Leia mais: CBF afasta Fernanda Colombo por duas rodadas no Brasileirão

Ao menos por enquanto, a auxiliar descarta ir à Justiça contra aqueles que a criticaram pelos seguidos erros em partidas do Campeonato Brasileiro , mas isso pode mudar no futuro. "Ainda não pretende entrar com ações, mas não descarta possibilidades", diz o comunicado redigido pelo assessor de imprensa de Fernanda.

Erros seguidos e punição

Fernanda Colombo ganhou destaque negativo devido a cinco impedimentos mal marcados na partida entre São Paulo e CRB , pela Copa do Brasil. Ela errou de novo no clássico entre Cruzeiro e Atlético-MG , pelo Brasileirão, ao enxergar posição irregular do atacante Alisson, que estava mais de três metros atrás do último defensor atleticano.

Após os erros, a auxiliar foi  afastada por duas rodada pela CBF (Confederação Brasileira de Futebol). A medida, segundo a entidade, não teve a intenção de punir a auxiliar, e sim de preservá-la em meio à onda de críticas.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.