Tamanho do texto

Jogador reestreou pelo Milan no último sábado no empate por 2 a 2 com o Torino

Kaká reestreou pelo Milan no Italiano com derrota diante do Torino
Getty Images
Kaká reestreou pelo Milan no Italiano com derrota diante do Torino

Kaká foi o centro das atenções da terceira rodada do Campeonato Italiano. Reestreando pelo Milan , o meia, que não vinha jogando regularmente no Real Madrid, não conseguiu corresponder às expectativas e foi definido pela imprensa italiana em um adjetivo: "Enferrujado".

Deixe o seu recado e comente com os outros leitores

Esta leitura foi feita pelo jornal Gazzetta dello Sport , que, por outro lado, reconheceu a forte marcação sofrida pelo brasileiro e compreendeu a atuação discreta. De acordo com o diário, "melhores tempos virão" para ele, que poderá voltar a ser o "Ricky" de 2007, eleito o melhor jogador do mundo pela Fifa.

Técnico Massimiliano Allegri também defendeu a exibição de Kaká durante a coletiva de imprensa após o empate com o Torino, por 2 a 2, em Turim. "É normal, porque ele não jogava há muito tempo. Mas ele foi bem no ponto de vista da intensidade", elogiou.

Já o Tuttosport foi mais simples em seus comentários: "Kaká não brilhou, mas também não comprometeu". A publicação também destacou a câmera exclusiva que a Sky da Itália usou para focar o debute do brasileiro, artifício apelidado de "Ricky Cam" (a câmera do Ricky, em inglês).

Kaká voltará a se vestir de preto e vermelho - embora ele tenha usado o uniforme branco do time na igualdade deste final de semana - contra o Celtic, da Escócia, nesta quarta-feira, pela primeira rodada da Liga dos Campeões da Europa. A partida será válida pelo Grupo H da competição continental.

E o adversário traz boas lembranças para Kaká. Na Champions League da temporada de 2006/2007, ambos se enfrentaram nas oitavas de final, com um empate sem gols na Escócia e uma vitória italiana por 1 a 0 no San Siro - Kaká fez o único gol durante a prorrogação.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.