Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Werley mantém opinião sobre 'meiguice' na marcação do Atlético-MG

Zagueiro pediu mais vontade na marcação depois que o time foi goleado pelo Coritiba, no Couto Pereira

Gazeta |

O zagueiro Werley , que esbravejou após a derrota do Atlético-MG para o Coritiba , afirmando que houve "meiguice" da equipe , que não apertou a marcação em cima dos atletas paranaenses, disse que mantém a opinião, e cobrou mudança de postura do time. Segundo ele, para o time alvinegro sair da situação ruim muito coisa tem que ser mudada, e o jogador não foge à responsabilidade.

Siga o iG Atlético-MG no Twitter e receba todas as informações do seu time

"Mantenho o que falei. O que falei, eu falei no vestiário com todos os jogadores. Não citei nomes e estou incluído também. É todo mundo. Se a gente quer sair dessa situação, temos de mudar muita coisa. Cada jogador tem de mudar muita coisa, e nisso eu estou incluído", disse Werley, que logo em seguida cobrou mais atitude dos companheiros.

Entre para a Torcida Virtual do Atlético-MG e convide seus amigos

"Na hora de dividir, tem que ser como se fosse um prato de comida. A gente precisa ganhar, a nossa situação está complicada e tem de ter atitude. E é todo mundo. Se perder é o grupo do Atlético-MG , não um ou outro. Está todo mundo no mesmo barco", declarou.

Questionado sobre as declarações do técnico Cuca , que afirmou que pode dispensar jogadores do elenco, Werley preferiu evitar polêmicas e se limitou a dizer que é assunto da diretoria, e que aos atletas cabe acatar as decisões. "Isso é uma questão do Cuca com a diretoria. Nós jogadores temos que fazer o que eles mandarem, trabalhar e cada um buscar seu espaço", disse.

Leia tudo sobre: Atlético-MGBrasileirão 2011Werley

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG