Christian Horner diz que australiano colocou em risco 33 pontos para a escuderia

A Red Bull repreendeu o piloto australiano Mark Webber por ter atacado o companheiro de equipe e atual líder do Mundial de pilotos da Fórmula 1 , o alemão Sebastian Vettel, no Grande Prêmio da Grã-Bretanha, disputado no último domingo (10) .

Siga o iG Automobilismo no Twitter


"Webber colocou em risco o segundo lugar de Sebastian, a própria terceira colocação e os 33 pontos para a escuderia", afirmou o chefe da equipe austríaca, Christian Horner, de acordo com a edição desta quarta-feira (13) do jornal alemão Bild .

A tentativa do piloto australiano coincide com as negociações para a renovação de seu contrato com a Red Bull , questão que Horner disse que será resolvida até o final de agosto. Webber admitiu após a corrida em Silverstone que ignorou as instruções que recebidas pelo rádio de não pressionar e ultrapassar Vettel.

Apesar da confusão entre piloto e equipe, o dono da escuderia, Dietrich Mateschitz, garantiu nessa quarta-feira que o australiano permanecerá na Red Bull em 2012 .

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.