Publicidade
Publicidade - Super banner
Vôlei
enhanced by Google
 

Zé Roberto atribui derrota à falta de opções no banco

"Não aproveitamos bem os contra-ataques e estamos sem muitas opções de troca no banco", comentou o treinador

AE |

selo

O técnico José Roberto Guimarães atribuiu a derrota para o Japão, neste domingo, à "falta de opções" no banco de reservas da seleção brasileira feminina de vôlei. A equipe foi derrotada por 3 sets a 0 e praticamente deu adeus à briga por uma vaga olímpica na Copa do Mundo. Somente as três primeiras colocadas garantem a classificação para Londres.

"Não aproveitamos bem os contra-ataques e estamos sem muitas opções de troca no banco", comentou o treinador, que conta com três desfalques na Copa do Mundo. Jaqueline se machucou nos Jogos Pan-Americanos, Natália se recupera de lesão e Fernanda Garay sofreu uma entorse no terceiro jogo na competição, contra a Alemanha.

Zé Roberto também reconheceu o bom desempenho do Japão neste domingo. "As japonesas foram melhores no segundo e no terceiro sets. O jogo poderia ter sido mais longo se tivéssemos vencido a primeira parcial. A Saori e a Ebata tiveram grandes atuações", lamentou o treinador, se referindo ao set point desperdiçado na primeira parcial.

Ciente das dificuldades da seleção nesta Copa do Mundo, a capitão Fabiana reconheceu a má fase do Brasil. "Nossa equipe não vive a melhor fase, mas temos um grupo forte. Nós vamos conseguir superar esse momento. Também não podemos tirar os méritos das japonesas que tiveram uma boa atuação", afirmou.

Para a líbero Fabi, a seleção campeã olímpica precisa intensificar os treinos para recuperar seu melhor momento. "Essa competição mostrou que precisamos trabalhar ainda mais para conseguir o nosso objetivo. Temos um grupo unido e vamos lutar para terminar bem o torneio", declarou.

Leia tudo sobre: copa do mundo de vôleibrasil

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG