Publicidade
Publicidade - Super banner
Vôlei
enhanced by Google
 

Wallace exalta convocação e ressalta trabalho do Sesi na temporada

Oposto do Cruzeiro, campeão nacional, foi chamado pela primeira vez para a seleção brasileira principal no início do mês

Gazeta |

O oposto Wallace, um dos destaques do Sesi, campeão da Superliga masculina em cima do Sada Cruzeiro no último domingo, foi convocado pela primeira vez para a seleção brasileira principal no início do mês. O jogador, que terminou a competição com 573 pontos, frisou nesta segunda-feira que o que está conquistando em sua carreira agora é resultado de trabalho não só dele, mas também de seus companheiros de equipe.

"Foi uma Superliga maravilhosa, fechamos com chave de ouro e, pessoalmente, eu não esperava. Foi uma surpresa, mas que foi acontecendo naturalmente. Desejava muito chegar a esse nível, mas é difícil, do jeito que está a competição, com muitos times favoritos e muita gente boa. Mas, graças a Deus, consegui corresponder", disse em entrevista ao SporTV.

Sobre sua primeira convocação, com quatro anos de experiência na seleção brasileira infanto-juvenil, o jogador disse estar um pouco surpreendido, mas garantiu que vai dar tudo de si na equipe do técnico Bernardinho. "A seleção nestes últimos anos vem conquistando tudo, então eu sei que vou ter trabalho. Os que estão lá já ganharam e vêm ganhando. Mas eu estou otimista e pronto para me entregar e fazer o meu melhor", acrescentou.

Wallace também fez questão de dividir os méritos de suas conquistas com seus companheiros de time, além dos que trabalham fora das quadras para melhorar seu desempenho durante as partidas na equipe paulistana.

"Passando pelo Murilo e pelo Serginho, o Sandro distribui muito bem as jogadas e eu trato de fugir dos centrais, tentando usar um pouco os dedos dos bloqueadores adversários para não facilitar a vida deles", explicou o atleta, que finalizou agradecendo o preparador físico do Sesi, Marcel Miri.

Murilo explica porque deu troféu Viva Vôlei ao colega Vini: "Ele se superou"

Ainda nesta segunda, escolhido o melhor jogador da partida final da Superliga, Murilo, do Sesi, explicou porque entregou seu troféu pessoal a seu colega Vini. "O prêmio veio pra mim, mas eu acho que é o sentimento de todos, não só o meu. O Vini se superou, foi uma semana especial, a mulher dele estava grávida, e ele estava muito emocionado. Ele tem 1,94 m e joga contra gigantes de 2,10 m. Ou seja, a gente achou justo naquele momento premiá-lo com o troféu", justificou.

O ponteiro também exaltou a maturidade do time paulista, que não foi atingido pelas provocações da torcida do Cruzeiro, que lotou o ginásio mineirinho no último domingo. "A gente sabia que a torcida deles iria fazer uma festa e incentivar. Na seleção, a gente sabe como é ter a torcida do nosso lado. Entramos focados pra não deixar a torcida atrapalhar com alguma provocação e fizemos muito bem. Não deixamos nada disso entrar em quadra, fizemos nosso trabalho e deu tudo certo", finalizou.

Leia tudo sobre: wallacesuperliga masculinasesimuriloconvocação

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG