Equipe do interior de São Paulo venceu por 3 sets a 1, pela segunda rodada do returno da Superliga

O Vôlei Futuro assumiu a vice-liderança da Superliga feminina de vôlei nesta terça-feira, ao derrotar de virada o Usiminas/Minas fora de casa. A equipe do interior de São Paulo venceu por 3 sets a 1, com parciais de 21/25, 25/19, 25/23 e 25/21, a partida válida pela segunda rodada do returno da competição.

A vitória faz o Vôlei Futuro pular para a segunda colocação da Superliga, com 23 pontos conquistados em 13 partidas disputadas, retrospecto de dez vitórias e três derrotas. Entretanto, o time tem uma partida a mais que o Sollys/Osasco, que caiu para o terceiro lugar. O próximo compromisso da equipe de Araçatuba é contra o BMG/Mackenzie, na sexta-feira.

Já o Minas permanece na quarta colocação, agora com 22 pontos ganhos: nove vitórias e quatro derrotas. O time volta à quadra pela Superliga apenas na próxima segunda-feira, para enfrentar o Banana Boat/Praia Clube em um clássico regional.

Paula Pequeno ataca na vitória do Vôlei Futuro fora de casa
Divulgação
Paula Pequeno ataca na vitória do Vôlei Futuro fora de casa

Fabiana quer evolução

A central do Vôlei Futuro e da seleção brasileira Fabiana foi o nome da partida e levou o troféu VivaVôlei de melhor atleta em quadra. Apesar da vitória, ela cobrou evolução de sua equipe. "Estamos pecando em momentos importantes. Ainda cometemos erros bobos e isso não pode ocorrer. Hoje, conseguimos reverter a situação quando erramos menos", disse a jogadora.

Tandara, do Vôlei Futuro, e Herrera, do Minas, foram as maiores pontuadoras, com 19 acertos cada. "Temos trabalhado muito para superar dificuldades como fizemos na partida de hoje. Quando diminuímos os erros, tudo fica mais fácil", explicou Tandara.

*com Gazeta Esportiva

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.