A central da equipe de Araçatuba e da seleção brasileira quebrou a barreira dos 600 pontos no fundamento

O Vôlei Futuro saiu de quadra na noite de quinta-feira com dois bons resultados. Em casa, a equipe de Araçatuba venceu o Brusque por 3 seta a 0 (25/20, 25/18 e 25/14), em 1h31de jogo, e viu Fabiana ultrapassar a marca de 600 pontos de bloqueio na Superliga feminina. 

A central do Vôlei Futuro e da seleção brasileira marcou cinco pontos no fundamento na partida e agora soma 604 bolas no chão na história da competição. Mas essa não é a primeira jogadora a chegar a esse número nesta edição do torneio. V aleskinha, do Unilever, também passou dos 600 pontos de bloqueio justamente em uma vitória sobre o Vôlei Futuro, ainda no primeiro turno.

Agora, no triunfo sobre o Brusque, o Vôlei Futuro teve outros destaques além de Fabiana. A oposta Joycinha foi a maior pontuadora, com 15 acertos. Já a levantadora Ana Cristina foi eleita a melhor em quadra.

O time de Araçatuba é o terceiro colocado na Superliga feminina, com 27 pontos, e volta para a quadra neste sábado, diante do Pauta/São José às 20h, no ginásio Plácido Rocha, em Araçatuba. O Brusque, que está em 11º lugar com 17 pontos, joga contra o Banana Boat/Praia Clube no mesmo dia, às 18h, fora de casa.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.