Publicidade
Publicidade - Super banner
Vôlei
enhanced by Google
 

Vôlei Futuro é absolvido e terá tecnico nas semifinais

O time enfrenta o Sada/Cruzeiro na série melhor de três que decide o finalista da Superliga masculina

Aretha Martins, iG São Paulo |

Divulgação
Vôlei Futuro, de Lucão e Leandro Vissotto, é absolvido no STJD e vai completo para as semifinais
A equipe masculina do Vôlei Futuro estará completa nas semifinais da Superliga masculina 2010/2011. O time de Araçatuba e o técnico César Douglas foram absolvidos pelo Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) depois da confusão no jogo em casa contra o Volta Redonda no dia 10 de fevereiro.

Na partida, um torcedor atrapalhou a reposição de bola da equipe adversária, o que revoltou os jogadores. Os atletas começaram a discutir o torcedor e um "bate-bate" (objeto inflável usando para fazer barulho nas arquibancadas) foi atirado em quadra.

Após o jogo, vencido pelo Vôlei Futuro por 3 sets a 2, outra confusão, agora entre técnicos e jogadores dos dois times. Rodrigo Mudo, do Volta Redonda, quase trocou agressões com outro torcedor sem que a segurança do ginásio de Araçatuba intervisse.

Com isso, o Vôlei Futuro foi enquadrado no artigo 213, incisos I (deixar de tomar providências capazes de prevenir e reprimir: desordens em sua praça de desporto) e III (deixar de tomar providências capazes de prevenir e reprimir: lançamento de objetos no campo ou local da disputa do evento desportivo), do Código Brasileiro de Justiça Desportiva. Já Rodrigo Mudo também foi denunciado devido à confusão, respondendo ao artigo 258 (assumir qualquer conduta contrária à disciplina ou à ética desportiva não tipificada pelas demais regras deste Código) do CBJD.

A equipe poderia perder mandos de campo, pagar multas ou ficar sem o seu técnico César Douglas, que teve uma discussão com o treinador adversário, Alexandre Ferreira, nas semifinais da Superliga. Com a absolvição, o time estará completo para as partidas contra o Sada/Cruzeiro. Rodrigo Mudo, entretanto, foi suspenso por três partidas e terá que cumprir a pena na próxima competição, já que o time fluminense já foi eliminado na Superliga.

Semifinais fora de casa
Vôlei Futuro e Sada/Cruzeiro duelam nas semifinais da Superliga masculina 2010/2011 a partir desta sexta-feira. A primeira partida será em Contagem, casa do Cruzeiro, dono da melhor campanha na fase classificatória, às 21h (horário de Brasília).

O segundo jogo da série melhor de três, que seria de mando do Vôlei Futuro, será em Barueri e não em Araçatuba, casa do time. Segundo a Confederação Brasileira de Võlei (CBV), o local da partida foi decidido após uma reunão entre membros da entidade, do clube e da Globo, emissora detentora dos diretos de transmissão. A Globo pediu a mudança de local, que foi aceita por todos. O duelo será no sábado, dia 9 de abril, às 110h. Se houver necessidade de mais um jogo na série, ele acontecerá mais uma vez em Contagem, no dia 15 de abril, em horário a ser definido.

O vencedor de Sada/Cruzeiro x Vôlei Futuro encara que passar do duelo Sesi x Vivo/Minas na final da Superliga, marcada inicialmente para o dia 24 de abril, no ginásio Mineirinho, em Belo Horizonte.

Leia tudo sobre: vôlei futurosuperliga masculinasemifinaisSTJD

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG