Publicidade
Publicidade - Super banner
Vôlei
enhanced by Google
 

Vivo/Minas vence Sesi de virada e decide semifinal em casa

Depois de uma derrota arrasadora no primeiro set, o time mineiro se reestruturou e fechou o jogo no tie-break

Aretha Martins, iG São Paulo |

A semifinal da Superliga masculina 2010/2011 fez jus à fama de torneio equilibrado e foi um duelo acirrado entre Sesi e Vivo/Minas. Depois de cinco sets, o tradicional time mineiro venceu por 3 sets a 2 de virada, com parciais de 16/25, 25/19, 21/25. 25/23 e 15/11 no ginásio Vila Leopoldina, em São Paulo.

O Vivo/Mina sofreu no primeiro set com o saque do Sesi, que marcou seis aces na parcial. A partir do segundo set, com Luis Felipe, que entrou na ponta e o foi melhor jogador em quadra, os mineiros se reestruturam e o jogo ficou mais equilibrado, sendo decidido apenas no tie-break. E com um bloqueio melhor, os mineiros desequilibraram o ataque rival e liquidaram a partida, de virada.

Com a vitória, a equipe de Belo Horizonte, dono de quatro títulos nacionais, tem a vantagem de decidir a série em casa. A próxima partida será neste sábado, às 10h e, caso vença, o Vivo/Minas, que parou nas quartas de final na temporada passada, volta a jogar a final da Superliga. Já o Sesi, que disputa a sua segunda temporada no cenário nacional, para sonhar com a decisão inédita, precisa do triunfo fora e de outra vitória em São Paulo, na próxima sexta-feira, em horário a ser definido.

A outra série da semifinal começa nesta sexta, dia 1º de abril, em Contagem. Sada/Cruzeiro e Vôlei Futuro brigam pela vaga na decisão do torneio nacional. Os dois times buscam a primeira final.

O jogo
O Sesi, dono da casa, começou muito bem no saque e, aproveitando todos os ataques, foi se distanciando no placar. Na metade da parcial, a vantagem paulista já era de 10 a 5. Com Sidão no serviço, o Sesi marcou mais dois aces e abriu 15 a 9. O Vivo/Minas conseguiu bloquear e tentou reagir, mas logo o Sesi deu o troco e, com três pontes seguidos, no bloqueio, mais um ace e no contra-ataque, o time fez 22 a 14. Para fechar, mais um ponto de saque de Sidão e 25 a 16 no placar, com facilidade. Foram seis aces na parcial, quatro saíram das mãos do central da seleção brasileira.

No segundo set, o Vivo/Minas consegue dar velocidade ao ataque e acertar a primeira bola. Com isso, faz 6 a 4. Sesi vira em mais um ace, agora com o oposto Wallace (7 a 6). No rali, o Minas chega ao 8 a 7 na primeira parada técnica. Pouco depois, com quatro pontos seguidos, o time mineiro abre 14 a 10. A vantagem subiu para 18 a 12, com mais dois pontos seguidos dos visitantes. A parte final do set teve um festival de erros no saque e, com isso, o jogo seguiu até 21 a 15. Com o jogo de volta ao “normal”, o Minas manteve a vantagem e fechou em 25 a 19.

O terceiro set também teve um começo equilibrado. Depois de uma troca de liderança, o Vivo/Minas chega na frente à primeira parada técnica, com 8 a 7. Um time só conseguiu abrir dois pontos no 12 a 10, em uma largada com Luis Felipe, que entrou no segundo set e não saiu mais do elenco do Minas. Entretanto o Sesi buscou em 13 a 13 e virou em 17 a 15, com três pontos seguidos no bloqueio. E aí o Sesi disparou em 21 a 16, usando mais uma vez um saque forçado, como no primeiro set. Os mineiros ainda diminuíram, mas a paulista fecharam com Vini pelo meio em 25 a 21.

Mais um começo de set equilibrado na quarta parcial. O Sesi chegou na frente à primeira parada, com 8 a 7 no placar e abriu dois pontos de vantagem depois de três ataques de Murilo em um dos ralis mais bonitos do jogo até o momento, anotando 10 a 8. O Vivo/Minas seguiu forte e empatou em 11 a 11 e virou na sequência. O jogo continuou bastante equilibrado e os mineiros viraram em dois erros os paulistas, marcando 19 a 17. E a equipe de Belo Horizonte segurou a vantagem e venceu a parcial com 25 a 23 no placar, levando o confronto para o tie-break.

No set decisivo, o Vivo/Minas foi melhor no bloqueio e logo abriu 4 a 1. Do outro lado, o Sesi seguiu errando e viu a vantagem aumentar para cinco pontos. E Luis Felipe, na disputa na rede, marcou 15 a 11 e fechou o jogo, saindo na frente na semifinal da Superliga masculina.
 

Leia tudo sobre: SesiVivo/Minassuperliga masculinasemifinais

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG