Publicidade
Publicidade - Super banner
Vôlei
enhanced by Google
 

Venturini diz que não joga em Londres nem 'se avião da seleção cair'

Levantadora comandou vitória da Unilever na noite de terça-feira na Superliga, mas descarta volta para a seleção

iG São Paulo |

Divulgação
Fernanda Venturini é destaque da Unilever na Superliga 2011/2012
O técnico da seleção brasileira feminina de vôlei José Roberto Guimarães ainda busca uma levantadora titular para a equipe nacional desde as aposentadorias de Fernanda Venturini e de Fofão. Venturini, entretanto, já voltou à Superliga atendendo a um pedido do marido e técnico da Unilever Bernardinho, mas nem a boa fase faz com que ela pense em retornar à seleção.

Blog Mundo do Vôlei: Noite de Superliiga começou com Wallace e terminou com dupla Venturini e Mari

A levantadora foi a melhor jogadora da nona rodada da competição nacional e comandou o time carioca em mais uma vitória na noite de terça-feira, com 3 sets a 0 diante do Vôlei Futuro. "A Mari brinca comigo e fala ‘você vai para Londres’, mas não vou. Se o avião da seleção cair e não tiver mais jogadoras, nem assim eu vou”, brincou a levantadora em conversa com o Sportv depois do jogo no Maracanãzinho.

Fernanda Venturini ainda disse que essa será a sua primeira Olimpíada como espectadora e quer acompanhar um esporte a cada dia. Ela reafirmou que voltou apenas para a Superliga e que encerra de vez a sua carreira em maio, ao final do torneio brasileiro.

A jogadora ficou quatro anos afastada das quadras e retornou nesta temporada depois que a Unilever perdeu Dani Lins, que era a levantadora titular para o novato Sesi. Entrosada com as companheiras no Rio, Venturini tem se destacado em quadra e ajudou a colocar o time carioca na liderança da Superliga.

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG