Publicidade
Publicidade - Super banner
Vôlei
enhanced by Google
 

Técnico do Osasco exalta luta, mas admite erros na final

Capitã da equipe, Carol também atribuiu a derrota no Mundial de clubes às falhas do time

AE |

O técnico Luizomar de Moura exaltou o espírito de luta das jogadores do Sollys/Osasco na final do Mundial de Clubes, mas admitiu que o excesso de erros foi determinante para a derrota diante do Fenerbahçe, da Turquia, nesta terça-feira, em Doha, no Catar. Nos três sets da decisão, a equipe brasileira cometeu 20 erros, contra apenas dez das rivais.

"Nós sabíamos que era um grande adversário, uma equipe muito forte e experiente. Acho que não faltou luta. Acabou faltando um pouco mais de paciência e acho que isso de alguma maneira será bom para a nossa equipe na Superliga", afirmou o treinador. "O que apareceu muito neste campeonato foi a quantidade de erros e hoje cometemos alguns erros táticos que acabaram comprometendo".

Capitã da equipe, Carol também atribuiu a derrota às falhas do time. "Tivemos o dobro de erros e em um jogo de 3 a 0 isso faz a diferença. Hoje nós tínhamos as marcações do time delas e até marcamos bem as jogadas, mas o problema foi que a nossa equipe errou demais. Na hora que equilibrávamos a partida os erros apareciam novamente", analisou.

Apesar do revés, o técnico Luizomar avaliou como positiva a participação do Osasco no Mundial. "Chegar a uma final de Mundial é sempre positivo. O primeiro objetivo é estar em todas as finais e terminamos como segundo colocado. Agora passamos a ser conhecido internacionalmente, em um campeonato extremamente organizado e que teve o ginásio lotado nesta final", declarou.

De volta ao Brasil, as jogadoras do Osasco terão folga neste fim de ano antes de retornar às disputas da Superliga, em 2011. Atual campeã, a equipe enfrentará o Banana Boat/Praia Clube no dia 12 de janeiro, em Uberlândia, pela sexta rodada.

Leia tudo sobre: NACIONALESPORTESvôlei

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG