Ponteiro comandou a vitória do Brasil na Liga Mundial e desabafou depois de eliminar os rivais e chegar à semi

De virada, o Brasil venceu os Estados Unidos e avançou à semifinal da Liga Mundial nesta quinta-feira na cidade de Gdansk, na Polônia. O maior pontuador da partida foi Giba, com 21 bolas no chão. Depois do resultado, o capitão brasileiro aproveitou para desabafar.

"Entramos precisando do resultado para nos classificar e isso nos fez muito bem. Desde 2008 ouvimos muito que os Estados Unidos são uma pedra no nosso sapato, mas a verdade é que nós é que somos uma pedra no sapato dos outros", disse.

Em 2008, a seleção brasileira caiu diante dos Estados Unidos na Liga Mundial e terminou apenas na quarta colocação naquele ano. Pouco depois, foi derrotada pelos norte-americanos na final olímpica em Pequim e teve que se contentar com a medalha de bronze. Na Liga Mundial deste ano, o Brasil só teve duas derrotas ( em casa e fora ), justamente diante dos Estados Unidos.

A vitória desta quinta-feira veio como um alívio e também serviu para deixar a equipe ainda mais concentrada na competição. "Os jogos com os Estados Unidos são sempre complicados. Conseguimos virar uma partida difícil para conquistar uma vitória importante. O resultado do primeiro set ligou nosso sinal de alerta e quando isso acontece nosso time ganha muita força", explicou o líbero Serginho.

Para o levantador Bruno, que voltou ao posto de titular depois de começar na reserva e entrar na virada diante de Cuba , a chance de já assegurar a vaga na semifinal fez bem aos brasileiros. "Sabíamos que conquistando três pontos neste jogo teríamos nossa vaga garantida na semifinal, então, embora não tenhamos conversado, foi isso que buscamos em quadra", afirmou.

Ainda assim, o começo do jogo desagradou o levantador. "Fizemos um ótimo jogo, com exceção do primeiro set, e estamos felizes, mas sabemos que temos que começar os jogos mais ligados", falou Bruno.

Brasil volta para a quadra nesta sexta-feira, às 8h30, e encara a Rússia pela liderança do grupo F . Estados Unidos, que ainda marcaram nenhum ponto, e Cuba, que fizeram um tento na derrota por 3 sets a 2 para o Brasil na quarta-feira, já estão fora da disputa por medalhas da Liga Mundial.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.