Publicidade
Publicidade - Super banner
Vôlei
enhanced by Google
 

Sollys/Osasco vence Praia Clube e chega à décima semi consecutiva

Fora de casa, atual campeão nacional repetiu 3 sets a 0 do primeiro jogo e liquidou série das quartas. Rival será o Vôlei Futuro

Aretha Martins, iG São Paulo |

O Sollys/Osasco, atual campeão da Superliga, está classificado para mais uma semifinal. O time paulista levou um susto no primeiro set, mas se arrumou e venceu o Banana Boat/Praia Clube por 3 sets a 0, arrasando na terceira parcial, com parciais de 25/20, 25/22 e 25/13 fora de casa. Com o resultado, fechou a série da quartas de final com duas vitórias e avançou, para enfrentar o Vôlei Futuro.

Essa será a décima semifinal consecutiva do Sollys/Osasco no torneio nacional. E na temporada 2009/2010, quando venceu o Unilever na final, o time também passou pelo Praia clube com duas vitórias nas quartas de final.

A equipe de Osasco ainda contou com Jaqueline pela primeira vez como titular. A ponteira ficou 49 dias afastada das quadras depois por uma artroscopia no joelho esquerdo e tinha participado apenas de uma passagem de saque no primeiro jogo das quartas. Nesta quinta, Jaqueline ficou todo o tempo em quadra, marcou 11 pontos e foi eleita a melhor do confronto pela sua comissão técnica.

"A equipe me ajudou o tempo todo enquanto estive contundida, além da minha família e do meu fisioterapeuta, Fernando, que se dedicou muito pela minha recuperação. Ainda sinto falta de ritmo de jogo e velocidade, mas só com os treinos vou readquirir isso", comemora Jaqueline.

Já estar classificado para a semifinal dá tranquilidade ao Sollys/Osasco. "Teremos algum tempo para descansar até as semifinais e vamos tentar aproveitar este período para nos prepararmos da melhor maneira possível", afirmou a oposta Natália.

O adversário da próxima fase saiu nos primeiros minutos de sexta-feira, quando o Vôlei Futuro derrotou o Macaé fora de casa e avançou para a semifinal. Na outra chave, o Unilever espera o resultado de Pinheiros/Mackenzie x Usiminas/Minas, no sábado, em São Paulo.

vipcomm
Jaqueline, ponta do Sollys/Osasco e da seleção brasileira, foi eleita a melhor em quadra

O jogo
O Praia Clube começou melhor e saiu na frente, com 8 a 6 na primeira parada e abrindo aos poucos, aproveitando os contra-ataques. A vantagem chegou a 12 a 7, mas logo depois, as donas da casa pararam. Natália foi para o saque e o Osasco marcou cinco pontos seguidos com três erros de ataque das rivais, um bloqueio e um contra-ataque, saindo do 15 a 9 para o 15 a 14. A virada não demorou muito. Bloqueando mais e aproveitando-se dos erros do Praia Clube, o Sollys/Osasco fez 17 a 18 e fechou a parcial com tranquilidade, em 25 a 20.

No segundo set, as atuais campeãs saíram na frente, mas o Praia Clube buscou e virou em 7 a 5 com um ataque de Thaísa para fora. O Sollys/Osasco ainda levou dois cartões amarelos por reclamação, um para Carol Albuquerque e outro para Thaísa. A vantagem ficou até metade da parcial, quando o Osasco devolveu o placar e assumiu a liderança no 15 a 13. Mas erraram dois ataques e o jogo voltou a empatar, em 15 a 15. Entretanto, o Sollys/Osasco abriu já na etapa final, segurou a vantagem e venceu a parcial por 25 a 20.

O Sollys/Osasco deu um passeio no terceiro set. Logo na primeira parcial, a vantagem já era de cinco pontos, com 8 a 3 no placar. Depois, a vantagem chegou a 10 pontos, com duas bolas no chão da ponteira Jaqueline. No final, Thaísa fez um ace e acabou com a parcial em 25 a 13 e o jogo, em 3 sets a 0. No total, foram cinco pontos de saque e nenhum do Praia Clube. Só a central Thaísa pontou três vezes no fundamento.
 

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG