Time paulista busca título inédito em Doha, de 8 a 14 de outubro e ainda segue na briga pelo estadual

A prioridade do Sesi é a disputa do Mundial de Doha, mas o elenco comandado pelo técnico Giovane Gávio ainda acredita na conquista do Campeonato Paulista. Com 11 pontos ganhos, a equipe ocupa a quinta colocação e tem um jogo a menos em relação ao Vôlei Futuro, líder com 16 tentos.

"Aqui em São Paulo, os times estão todos bem nivelados. Se conseguirmos tirar a canseira depois do Mundial, ainda teremos muitos jogos para fazer e acho que dá para brigar. Se chegarmos de Doha com o título, o time fica ainda mais fortalecido para a fase final do Paulista e até para o começo da Superliga", afirmou Serginho.

O Sesi viajou com destino à Itália no último sábado para a reta final da preparação visando ao Mundial de Clubes, que será realizado no Catar entre os dias 8 e 14 de outubro. Derrotada pelo Vôlei Futuro na última rodada, a equipe volta a jogar pelo Paulista apenas no próximo dia 22, diante do Santo André.

"Nosso objetivo é conseguir a classificação entre os quatro primeiros e depois pensar nos playoffs. Temos que nos recuperar no segundo turno", disse o técnico Giovane Gávio. Murilo, Serginho, Sidão, Rodrigão e Wallace têm sido desfalques frequentes em função das convocações para defender a Seleção Brasileira.

"Estamos acompanhando pouco o Campeonato Paulista, mas todo título sempre é bem-vindo. O elenco está muito focado no Mundial de Clubes e depois teremos que voltar para a Seleção. Mas, estando aqui, vamos com tudo para ganhar mais um título", declarou Sidão.Depois de vencer o Sul-Americano, a Seleção Brasileira pensa na Copa do Mundo do Japão, que assegura os três primeiros colocados nos Jogos Olímpicos de Londres-2012. Diante da série de compromissos do time nacional, o Sesi pode contar com seus jogadores apenas na decisão do Estadual, se conseguir a classificação.

"Infelizmente, o calendário do Paulista fica prejudicado para os jogadores que estão na Seleção. Não sei nem se vão conseguir esperar a gente para jogar a semifinal. Parece que estão tentando fazer uma reunião para ver se jogamos só a final. Mas não dá para saber se vamos chegar", lamentou Murilo.

Apesar dos poucos anos de vida, o Sesi é o atual campeão da Superliga e entra na próxima edição como defensor do título. Para Murilo, a possível conquista do Campeonato Paulista beneficiaria o time na tentativa de alcançar o bicampeonato nacional.

"O Paulista é importante, porque se não ganharmos, acaba ficando tudo muito concentrado na Superliga. A nossa equipe fica prejudicada, já que não conta com os principais jogadores para vencer esse título. Gostaríamos que desse tempo de jogar, mas vai depender muito dos nossos dirigentes", encerrou o atleta.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.