Publicidade
Publicidade - Super banner
Vôlei
enhanced by Google
 

Sesi assume responsabilidade em 1º Sul-americano e sonha com Mundial

Time estreia no torneio continental na noite de quarta-feira, diante do Club Peerless, do Peru

Gazeta |

Atual campeão da Superliga masculina de vôlei , o Sesi disputa a partir desta quarta-feira o Campeonato Sul-americano, no ginásio da Vila Leopoldina, utilizado pela equipe para treinos e jogos durante a temporada. Em sua primeira participação na competição, que reúne também os campeões nacionais de Peru, Bolívia, Argentina e Chile, o time paulistano assume a responsabilidade de favorito no torneio, que garante ao campeão uma vaga no Mundial do Catar.

"A equipe vai assumindo suas responsabilidades e os jogadores estão com uma consciência de querer fazer o máximo nesse Sul-americano", disse o treinador Giovane Gávio, que vê o time bem preparado para a disputa. "É óbvio que o técnico sempre quer mais, mas a base do time já treina junta desde junho e conseguimos dar um descanso legal para os jogadores que vieram da seleção", completou.

A estreia do Sesi no Sul-americano, disputado em pontos corridos, é na quarta-feira, às 18h (de Brasília), contra os peruanos do Club Peerless, mas a expectativa é que o jogo mais complicado seja o de encerramento, contra o UPCN, da Argentina, no domingo. Se confirmadas as expectativas, as duas equipes devem vencer suas partidas anteriores e duelarem pelo título e a vaga no Mundial.

"Na verdade, a gente tem pouca informação sobre esses clubes, mas acho que o da Argentina é o time a ser batido. A gente vai descobrir como eles jogam ao longo desse Sul-americano e por isso a gente vai colocar força máxima em todos os jogos", analisou o líbero Serginho, um dos mais experientes do elenco.

"O time argentino é o mais estruturado, tem três jogadores brasileiros e talvez isso possa facilitar um pouco, por a gente já conhecer como eles jogam. Mas com esse regulamento todo jogo vale muito, não tem classificação, semifinal. Só um jogo seco, não pode perder", explicou Giovane.

Na temporada passada, a Cimed/SKY, de Florianpólis, era favorita ao título, mas voltou da Argentina com o vice-campeonato, após ser derrotada pelos donos da casa do Drean Bolívar, que foi ao Mundial.

"Isso já serve como um aviso. Ninguém esperava e a Cimed perdeu no ano passado. Nós vamos jogar em casa e precisamos aproveitar isso", sentenciou Giovane.

Confira a tabela de jogos do Campeonato Sul-americano de vôlei
Quarta-feira - 03/08

Sesi (Brasil) x Club Peerless (Peru) - 18h
Club Ingenieros (Bolívia) x Universidad Católica (Chile) - 20h

Quinta-feira - 04/08
Sesi (Brasil) x Club Ingenieros (Bolívia) - 18h
UPCN (Argentina) x Club Peerless (Chile) - 20h

Sexta-feira - 05/08
Sesi (Brasil) x Universidad Católica (Chile) - 18h
UPCN (Argentina) x Club Ingenieros (Bolívia) - 20h

Sábado - 06/08
UPCN (Argentina) x Universidad Católica (Chile) - 18h
Club Ingenieros (Bolívia) x Club Peerless (Peru) - 20h

Domingo - 07/08
Universidad Católica (Chile) x Club Peerless (Peru) - 11h
Sesi (Brasil) x UPCN (Argentina) - 18h30

Leia tudo sobre: sesisul-americanomundial de clubes

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG