Tamanho do texto

Primeiro compromisso do time na temporada será o Sul-Americano, que dá vaga para o Mundial de Clubes

Atual campeão da Superliga, o Sesi apresentou sua equipe de forma oficial na manhã desta terça-feira, em São Paulo. O experiente Rodrigão, medalhista com a seleção brasileira nas duas últimas Olimpíadas, e Léo Mineiro, com passagem pelo time nacional, são as principais novidades no elenco.

"Do Rodrigão, não preciso falar muito: é tricampeão mundial e campeão olímpico, um jogador consagrado, que traz a experiência de decidir títulos importantes. Já o Léo Mineiro é um jogador muito técnico, tem uma qualidade muito grande no passe e acrescenta muito no sistema defensivo", explicou o técnico Giovane Gávio.

Em 2011, o Sesi participa do Sul-Americano de Clubes, que garante o campeão no Mundial. Assim, a equipe procurou ampliar o elenco e ainda contratou os experientes Aureliano e Diogo. "Com eles, vou ter mais condição de formar o time quando os jogadores forem para a seleção. O grupo ganhou em qualidade e equilíbrio", explicou.

Ao lado de astros como Giba, Gustavo e Marcelinho, Rodrigão passou de forma mal-sucedida pelo Pinheiros/Sky, apesar do alto investimento realizado pelo clube. Com a camisa do Sesi, o experiente central da seleção brasileira espera superar a decepção anterior.

"O primeiro ano no Pinheiros, acho que foi muito bom, apesar do terceiro lugar. O segundo ano já começou errado e não dá para considerar que tive chance de fazer alguma coisa. Quero esquecer o ano passado e começar tudo de novo aqui", avisou o atleta.

Segundo Rodrigão, a presença de companheiros da seleção brasileira, como Serginho e Murilo, serve para facilitar a adaptação. "Ajuda muito. Já conheço eles, o Giovane. Estou me sentindo em casa aqui no Sesi, apesar do pouco tempo de trabalho com o grupo", explicou.

Léo Mineiro, campeão da Liga Mundial-2009 com a seleção brasileira, comemorou a transferência. "Fico muito contente de estar aqui ao lado de grandes jogadores. As expectativas são as melhores possíveis e vamos trabalhar forte para conquistar títulos", declarou.

Na Superliga, os atuais campeões apontam como principais rivais o Cimed/Sky, reforçado por Giba e Gustavo, e o RJX, equipe bancada pelo empresário Eike Batista, que contratou nomes como Dante, Lucão e Théo. O Sada Cruzeiro e o Vôlei Futuro também foram citados.

"Agora, fica mais difícil, porque todo mundo vai querer bater o Sesi. Não tem como negar isso, porque fomos campeões no ano passado", disse Murilo, acompanhado por Serginho. "Para entrar entre os oito nesse ano, vai ser complicado. O torneio vai ser de alto nível, assim como o do ano passado", afirmou.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.