Publicidade
Publicidade - Super banner
Vôlei
enhanced by Google
 

Sem ritmo, Rodrigão aposta em individualidade por título continental

Sesi estreia no Sul-americano nesta quarta-feira às 18h30 (de Brasília) contra os peruanos do Club Peerless

Gazeta |

O talento individual dos jogadores do Sesi deve ser o principal trunfo da equipe no Campeonato Sul-americano de vôlei, disputado em São Paulo entre quarta-feira e domingo. Pelo menos é no que aposta o recém-contratado Rodrigão, que assim como Murilo, Sidão, e Serginho, integrou-se tardiamente ao elenco, após defender a seleção brasileira na Liga Mundial.

O Sesi estreia no Sul-americano nesta quarta-feira às 18h30 (de Brasília) contra os peruanos do Club Peerless. Universidad Católica, do Chile, Club Ingenieros, da Bolívia, e UPCN, da Argentina, também disputam o título continental.

"É complicado porque nós tivemos pouco tempo de treinamento ainda. Não temos o ritmo ideal, nem o conjunto", avaliou o central, que atuou no vôlei turco na temporada passada. "A gente vai jogar mais na parte individual para esse Sul-americano, tentando superar essa falta de entrosamento", completou.

Além de Rodrigão, Murilo, Sidão e Serginho, o ponteiro Wallace defendeu a seleção brasileira na Liga Mundial, mas acabou cortado por Bernardinho para a fase final da competição, disputada na Polônia, e ficou no Brasil, retomando os treinamentos com o Sesi normalmente.

Foi exatamente a qualidade individual que fez Rodrigão ser contratado pelo Sesi. Depois de deixar o Pinheiros/SKY e ir jogar na Turquia, o central foi trazido de volta ao Brasil pelos dirigentes da equipe paulista, que apostam em sua experiência e talento para auxiliar o time nos momentos decisivos.

"O Rodrigão é o jogador que toda equipe sonha em ter, por tudo que ele já viveu no vôlei. E é isso que a gente espera dele, um atleta acostumado a decidir títulos para nos ajudar nesse ano importante", afirmou o ex-jogador Montanaro, atual supervisor do Sesi.

Nesta temporada, o Sesi, atual campeão da Superliga, disputa o Campeonato Sul-americano, a Copa São Paulo, o Campeonato Paulista e a Superliga. Se vencer o torneio continental, o time ainda vai ao Campeonato Mundial, no Catar, em outubro.

 

Leia tudo sobre: sesirodrigão

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG