Pelo Grand Prix, Brasil vence bem a Coreia, na casa do adversário, e agora viaja para jogos no Cazaquistão

Divulgação/FIVB
As jogadoras brasileiras comemoram ponto sobre as sul-coreanas
A seleção feminina de vôlei voltou à quadra na madrugada deste domingo pelo Grand Prix 2011, e conseguiu mais uma vitória. Desta vez, a equipe do técnico José Roberto Guimarães sofreu no segundo e no terceiro sets, mas venceu a Coreia do Sul por 3 a 0, em parciais de 25/17, 25/20 e 25/22, após uma hora e 15 minutos de partida.

O Brasil enfim atuou com boa presença da torcida, isso porque enfrentava o time da casa, sede do grupo disputado na cidade sul-coreana de Busan. O principal destaque do jogo foi, novamente, Sheilla. A camisa 13 foi outra vez a maior pontuadora do jogo, com 14 pontos, apesar de não ter tido a melhor de suas partidas.

Na próxima semana, o Brasil muda de grupo e de cidade. O elenco vai até o Cazaquistão, onde enfrenta o time da casa, além das fortes Itália e Tailândia. O primeiro jogo será justamente contra as tailandesas, na próxima sexta-feira no ginásio Baluan Sports Park, na cidade de Almaty.

O JOGO 
A seleção brasileira começou muito bem a partida contra as donas da casa. Ainda que o primeiro ponto do jogo fosse convertido pelas rivais, o Brasil abriu larga vantagem desde o princípio, quando chegou a fazer 9 a 2. Depois das rivais esboçarem uma razoável reação, o Brasil dominou a segunda metade do set, e conseguiu finalizar a parcial com oito pontos de diferença - a maior do jogo.

No segundo set, no entanto, elas não tiveram a vida tão facilitada quanto no set anterior. Pelo contrário: as sul-coreanas reagiram e chegaram a ficar na frente no placar após a primeira parada técnica, dominando o setor defensivo do Brasil.
Lance do jogo entre Brasil e Coreia do Sul
Divulgação/FIVB
Lance do jogo entre Brasil e Coreia do Sul

Zé Roberto, no entanto, trocou Mari por Fernanda Garay, e a alteração surtiu algum efeito defensivo, o que melhorou o desempenho brasileiro no jogo a partir do segundo tempo técnico, quando o time virou o placar e colocou cinco pontos de diferença até o final da parcial.

No terceiro set, o jogo continuou bastante disputado e com os ataques prevalecendo sobre as defesas. No entanto, o Brasil teve mais chances de pontuar e de fato as converteu, se mantendo com cerca de dois a quatro pontos na frente no marcador.

No final do set, Tandara, Fabíola e Sassá entraram nas vagas de Dani Lins, Sheilla e Paula Pequeno, mas as três não conseguiram manter o ritmo das titulares. As sul-coreranas chegaram a encostar no placar em 22 a 21, mas Zé Roberto acertou o posicionamento das suias jogadoras, que voltaram a acelerar o jogo para vencer por 25 a 22, e terminar invicta a primeira semana da competição.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.