Seleção russa de vôlei venceu jogo longo, com destaque para Andrey Kolesnik, que foi o maior pontuador da partida, com 18 acertos

A seleção masculina da Rússia conquistou, nesta quarta-feira, o título do Mundial Juvenil. Os jovens europeus derrotaram a Argentina no tie break: 3 a sets a 2, parciais de 25/19, 23/25, 21/25, 25/18 e 15/12.

O maior destaque do confronto foi o russo Andrey Kolesnik, que foi o maior pontuador, com 18 acertos. Pelo lado albiceleste, o expoente máximo foi Agustín Ramonda, que contabilizou 15.

Foi a oitava vez que a seleção russa levou a competição. Quatro das conquistas foram ainda como a antiga União Soviética. Além disso, eles somam outras cinco medalhas, sendo duas de prata e três de bronze. Já os argentinos obtiveram o melhor resultado de sua história.

O técnico campeão, Sergey Shlyapnikov, destacou o controle emocional de seus comandados, que conseguiram se recuperar depois de sofrerem uma virada. "A chave para nossa vitória foi uma recuperação psicológica rápida durante a partida", apontou.

O Brasil não foi bem e terminou o certame no quinto posto. Nesta quarta, o time verde-amarelo encerrou sua participação com um triunfo sobre o Irã por 3 sets a 2, parciais de 25/22, 20/25, 19/25, 25/22 e 15/10. [imagem=33547#alinhamento=dir#legenda=Os russos ficaram no posto mais alto do pódio, após desbancar os argentinos. O Brasil foi apenas o quinto#credito=533]

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.