Equipe derrotou as americanas com facilidade, por 3 sets a 0. Ponta Fernanda Garay foi o destaque, com 17 pontos

Atletas dos EUA acompanharam a derrota de suas compatriotas
Renan Rodrigues
Atletas dos EUA acompanharam a derrota de suas compatriotas
O torcedor que chegou vinte minutos atrasado ao ginásio do Maracanãzinho, na manhã deste domingo, não conseguiu nem assistir ao primeiro set da partida, que durou menos de 20 minutos. Com muita facilidade, a seleção brasileira feminina de vôlei venceu os Estados Unidos por 3 sets a 0 (25/4, 25/7 e 25 a 7 ) pelo grupo A, na abertura da modalidade nos Jogos Mundiais Militares, que começaram na última sexta-feira, no Rio de Janeiro.

Com um time recheado de jogadoras profissionais que ingressaram no exército para a disputa da competição, a seleção comandada pelo técnico Hélio Griner, assistente do Bernardinho no Unilever, passeou em quadra e fechou a partida em apenas 59 minutos, apoiados por cerca de 1,6 mil torcedores. O destaque da partida foi a ponta Fernanda Garay, maior pontuadora com 17 pontos. Enquanto isso, a maior pontuadora dos Estados Unidos foi a ponta Michelle Harrington, com apenas dois pontos.

Nem mesmo a presença do time masculino dos Estados Unidos na torcida, que joga às 11h, contra o Brasil, ajudou as americanas, que nervosas, erraram muitos ataques, além de falhar na recepção. A próxima partida do Brasil acontece nesta segunda-feira, contra a Alemanha, às 19h, no ginásio do Maracanãzinho. Além de Estados Unidos e Alemanha, China, Canadá e Itália completam o grupo A.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.