Não foi o jogo perfeito, mas foi quase , elogia técnico Zé Roberto - Vôlei - iG" /
Publicidade
Publicidade - Super banner
Vôlei
enhanced by Google
 

Não foi o jogo perfeito, mas foi quase, elogia técnico Zé Roberto

Seleção brasileira feminina venceu a Itália por 3 sets a 0, com direito a 25 a 7 na terceira parcial

Aretha Martins, iG São Paulo |

_CSEMBEDTYPE_=inclusion&_PAGENAME_=esporte%2FMiGComponente_C%2FConteudoRelacionadoFoto&_cid_=1237861747463&_c_=MiGComponente_C

A seleção brasileira feminina de vôlei agradou ao técnico José Roberto Guimarães nesta quarta-feira em Hamamatsu, no Japão. Depois de ser criticada e ficar abaixo das expectativas na vitória sobre Porto Rico, o time arrasou a Itália por 3 sets a 0 (25/16, 25/19 e 25/07) e ganhou elogios do comandante.

"Claro que estou feliz com meu time. Não foi um jogo perfeito, mas foi quase. Sem dúvida, conseguimos uma vitória histórica, que ficará marcada nos Mundiais. Nem em sonho podia imaginar isso", afirmou o técnico após o confronto. "Fizemos um bom trabalho em equipe no saque, na defesa, no bloqueio e no contra-ataque", analisou.

A capitã Fabiana também ficou satisfeita com o desempenho da equipe. "Nosso saque estava muito bom e pudemos usar os bloqueios depois dos serviços", falou a central. E o bloqueio foi um fundamento de destaque na partida. O Brasil marcou 16 pontos na rede e levou apenas três pontos de bloqueio das italianas. "Taticamente, nós fizemos um trabalho muito bom. Estou muito satisfeita com o nosso jogo", disse Fabiana.

Divulgação
Fabiana faz festa com as companheiras após vitória sobre Itália

"A Itália é uma equipe que não costuma desistir, mas hoje (quarta-feira) elas não reagiram e abriram mão do jogo no final. Fizemos uma partida muito boa e conseguimos terminar a primeira fase na liderança do grupo, com cem por cento de aproveitamento. Este era o primeiro objetivo e foi alcançado. Agora, carregamos essas vitórias para a próxima fase, que será muito difícil, disse Fabi.

Do outro lado, o técnico italiano reconheceu a superioridade brasileira. "Elas nos pressionaram muito com saque, bloqueio, defesa, enfim, em tudo. Jogamos contra o Brasil  duas vezes recentemente e vencemos por 3 a 0, mas agora temos que dizer que o Brasil é mais forte do que a Itália", afirmou Massimo Barbolini.

Natália é o destaque
Natália, a caçula do time com 21 anos, ganhou a posição de titular na ponta com as lesões de Mari e Paula Pequeno. Contra a Itália, ela se aproveitou por ter ficado marcada pelo bloqueio de Lo Bianco, levantadora europeia de 1,71m e acertou os ataques. A brasileira foi a maior pontuadora do jogo, com 25 bolas no chão, e teve a boa atuação reconhecida por Zé Roberto.

"Natália jogou muito bem. Ela é uma jogadora nova e ainda melhorar mais e mais com a experiência. Nós temos que pensar nas Olimpíadas de Londres, em 2012", comentou o treinador. A ponteira, campeã infato e juvenil busca igualar o feito de Nalbert e Lenadro Vissotto, donos de títulos mundiais em todas as categorias. 

"Hoje (quarta-feira) eu joguei bem como foi contra a Holanda. Fiz meu trabalho quase com perfeição. O time todo jogou muito bem taticamente e está de parabéns. Foi a nossa melhor partida no Mundial. Espero que todos os jogos sejam assim", comentou a atacante. Na partida contra a holandesas, também vencida por 3 sets a 0, ela colocou 11 bolas no chão e foi a segunda maior pontuadora, atrás de Sheilla, que teve 13 acertos.

Jaqueline, que teve uma indisposição estomacal e perdeu treinos com a seleção no Japão, também foi lembrada por Zé Roberto. "Jaqueline foi bem na recepção", afirmou o técnico. A jogadora foi eleita a melhor atacante do Grand Prix deste ano e levou o prêmio de melhor defesa no Mundial de 2006, quando o Brasil foi derrotado pela Rússia na final.

A seleção brasileira agora viaja para Nagoya e se prepara para a segunda fase do Mundial. O time volta para quadra neste sábado, contra a Tailândia, às 4h30. A equipe ainda terá pela frente Cuba, Estados Unidos e Holanda na briga por uma vaga na semifinal (veja todos os horários ). Os jogos do Brasil terão transmissão pelo Placar iG.

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG