Atuais campeãs brasileiras foram derrotadas por 3 a 1 e estão fora da final do Campeonato Paulista

Um elenco com seis jogadoras da seleção brasileira feminina de vôlei não foi suficiente para fazer o Sollys/Osasco chegar à final do Campeonato Paulista. Neste sábado, as atuais campeãs brasileiras foram derrotadas pelo Pinheiros/Mackenzie por 3 sets a 1, parciais de 23/25, 25/17, 25/18 e 25/17 e estão eliminadas da competição.

Após vencer dois dos três jogos na série, o time da capital agora se prepara para defender o título contra o Vôlei Futuro, que despachou o BMG São Bernardo na noite desta sexta. Por ter feito melhor campanha na fase classificatória, o Pinheiros poderá jogar duas vezes em casa e definir a ordem dos confrontos.

A vitória em sets diretos no segundo jogo fez o Osasco entrar com tudo, mas os problemas começaram com poucos minutos em quadra com a contusão da levantadora titular Carol Albuquerque. Ana Tiemi então foi chamada pelo técnico, mas, apesar da vitória na etapa, sentiu a falta de entrosamento com as companheiras de equipe, que tiveram pouco tempo para treinar no clube após o Mundial.

Bastou ao Pinheiros acertar o saque para colocar Osasco em dificuldades: somente o segundo set, foram 11 pontos cedidos às adversárias em erros. Desta forma, não houve como evitar o empate no placar.

Quase silenciosa, a torcida da equipe laranja seguiu acompanhando o domínio da equipe da casa, comandada pela levantadora titular da seleção, Fabíola. Após acertar a marcação sobre os ataques de Soninha, o Osasco esboçou uma reação na etapa, mas logo voltou a jogar mal e tomou a virada.

Com a classificação próxima, o Pinheiros seguiu com o ritmo intenso na quarta etapa e só foi ameaçado em um momento, com uma sequência de três acertos na metade da parcial que diminuiu a vantagem rival de sete para quatro pontos. Abatidas, as jogadoras de Osasco não conseguiu a quase milagrosa reação em um bloqueio sobre Natália.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.