Publicidade
Publicidade - Super banner
Vôlei
enhanced by Google
 

"Partida contra a Rússia não serve de parâmetro", diz Rodrigão

Para o central da seleção, jogo desta sexta foi um treino tanto para brasileiros como para russos

iG São Paulo |

A seleção brasileira masculina de vôlei não se mostrou abalada mesmo após a derrota para a Rússia por 3 sets a 0 na manhã desta sexta-feira na Liga Mundial. Os dois times já estavam classificados para a semifinal e, para os brasileiros, a partida serviu como um treino antes dos jogos decisivos.

"A partida contra a Rússia não serve de parâmetro nem para nós, nem para eles. Foi como um treino, onde o mais importante era guardar as energias e evitar o desgaste", explicou o central Rodrigão.

Para ele, o Brasil está pronto para a semifinal, apesar da atuação abaixo do que era esperado nesta manhã. "Estamos bem preparados e chegamos bem para os últimos jogos, independente de quem enfrentarmos”, afirmou.

O líbero Serginho concorda com o companheiro e ainda lembra que a seleção caiu em grupos complicados no torneio. “Fomos muito exigidos na primeira fase, pois caímos em uma chave forte, e o time reagiu bem. Mas tudo que fizemos ficou para trás. A partir de sábado será um novo torneio. Temos duas decisões em vista e vamos fazer o possível para passar pela primeira e chegar até a segunda", disse.

Brasil acabou a fase em segundo do grupo e deve encarar a Argentina na semifinal. A confirmação do adversário só sairá depois das partidas desta tarde do grupo E. As semifinais da Liga Mundial serão no sábado e a final, no domingo. A seleção busca o seu décimo título no torneio.

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG