Publicidade
Publicidade - Super banner
Vôlei
enhanced by Google
 

Osasco perde a invencibilidade e deixa Unilever em segundo

Time perdeu para o Usiminas/Minas e viu as cariocas avançarem na tabela da Superliga feminina 2011/2012

Gazeta |

Divulgação
Unilever, de Venturini, agradeceu a 'ajuda' do Osasco e subiu na tabela após vencer Macaé
O Sollys/Nestlé perdeu a invencibilidade na Superliga para o Usiminas/Minas. Na partida desta sexta-feira, disputada em Belo Horizonte, o time da casa ganhou por 3 sets a 1. O resultado somado à vitória da Unilever (RJ) sobre o lanterna Macaé, por 3 sets a 0, tirou a segunda colocação do time de Osasco (SP).

Derrotado com parciais de 25/21, 15/25, 26/24 e 25/17, Luizomar de Moura, técnico do Sollys/Nestlé, lamentou o primeiro tropeço de sua equipe, que tinha vencido os primeiros 6 jogos.

"A equipe trabalhou muito para esta partida e fez 19 pontos de bloqueio. Neste nível, você atingir 19 pontos de bloqueio e não conseguir vencer a partida é uma pena, mas temos de buscar uma evolução. Estamos com o desfalque da Fabiola e temos que trabalhar e conseguir entrosar a Karine com a equipe e buscar um resultado positivo já na segunda-feira", disse o comandante.

A cubana Yusleyni Herrera, do time de Minas Gerais, foi a maior pontuadora da partida, com 23 pontos. A ponteira e capitã Jaqueline, destaque do time paulista com 19 pontos anotados, reconheceu que o time do Usiminas/Minas foi superior.

"O Minas foi superior e mereceu a vitória. Perdemos três pontos e temos que seguir trabalhando. Agora é bola para frente porque vem mais pedreira nos próximos jogos", declarou Jaqueline.

Carla, ponteira do time mineiro, ficou com o troféu de melhor jogadora da partida: "Fico muito feliz atuação e pelo prêmio de melhor jogadora. Esta é minha primeira Superliga. Fiquei muito tempo parada, mas estava preparada para entrar e consegui ajudar à equipe".

O técnico do Minas, Jarbas Soares, comentou a atuação da sua comandada: "Foi a primeira vez que a utilizamos na função de ponteira na Superliga. A Carla vem treinando como oposta, mas precisávamos de uma atacante de força para marcar os pontos e deu certo. A equipe toda foi muito bem, com um jogo bem efetivo na defesa".

Com o triunfo, a equipe de Belo Horizonte chega aos 16 pontos na Superliga Feminina, com seis vitórias e somente uma derrota. O time do Sollys/Nestlé também tem seis vitóris e uma derrota, porém está com 18 pontos na tabela pelo fato de ter vencido todas suas partidas por 3 a 0 ou 3 a 1.

O time de Osasco volta a entrar em quadra na próxima segunda-feira, quando enfrenta em casa o Pinheiros, às 21h, no ginásio José Liberatti. Já o Usiminas/Minas joga um dia depois , fora de casa, contra a Unilever, às 20h, no Maracanãzinho (RJ).

Leia tudo sobre: Sollys/NestléUsiminas/MinasSuperligaunilever

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG