Publicidade
Publicidade - Super banner
Vôlei
enhanced by Google
 

"O clima está igual no Pinheiros, não mudou nada", diz Gustavo

Para o central, a pressão continua a mesma no time depois das dispensas de Marcelinho e Rodrigão, em dezembro

Aretha Martins, iG São Paulo |

O Pinheiros/Sky tenta acalmar os ânimos para a sequência da temporada. O time está se reestruturando depois das dispensas do levantador Marcelinho e do central Rodrigão, em dezembro de 2010, e busca recuperar o entrosamento. Campeão olímpico e mundial Gustavo, central do Pinheiros, conversou com exclusividade com o iG sobre o clima da equipe.

"O clima está como era antes. A gente já vivia sob pressão e isso vai continuar.'", disse o jogador com uma voz pouco animadora ao telefone. "Nós estamos aprendendo a jogar com o Murilo. Ele era o reserva, a gente já conhecia mas sabia jogar com o Marcelo. E o Vinhedo (novo levantador) acabou de chegar e a gente ainda tem que se acertar", analisou o central.

"A gente está com vontade de acertar e vencer. A pressão está aí e a temos que ganhar os jogos e melhorar", afirmou Gustavo, já mais confiante, ao final do bate-papo.

Os resultados com o novo elenco são bons. Na primeira partida de 2011, o time paulista venceu o BMG/Montes Claros, atual vice-campeão da Superliga, por 3 sets a 2 (leia mais sobre a partida). Na noite de quinta-feira, eles bateram o Santo André/Spread por 3 sets a 0, com parciais de 25/23, 25/17 e 25/18. O Pinheiros/Sky sofreou no primeiro set, mas foi melhor no saque e no bloqueio, No final, Gustavo foi eleito o melhor jogador em quadra.

"O começo foi difícil, mas os jogadores que entraram foram bem na partida. Tivemos um ótimo conjunto e conseguimos fazer um grande jogo", comentou o central. Giba e Maurício foram poupados da partida e Tuba e Vinhedo entraram nas inversões.

Leia tudo sobre: vôleiSuperliga masculinapinheiros/sky

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG