Publicidade
Publicidade - Super banner
Vôlei
enhanced by Google
 

Minas vence e encara Sesi na semifinal da Superliga masculina

Jogando em casa, o time de Belo Horizonte sofreu, mas fez 3 sets 2 no BMG/Montes Claros e fechou a série das quartas de final

Aretha Martins, iG São Paulo |

O Vivo/Minas garantiu o seu lugar na semifinal da Superliga masculina 2010/2011 em um típico clássico. Em casa, em um jogo bastante disputado, a equipe que conta com Marlon, levantador da seleção brasileira, venceu o BMG/Montes Claros no clássico por 3 sets 2, com parciais de 32/30, 24/26, 25/20, 22/25, e 15/12.

Com isso, o Minas, que havia feito 3 sets a 1 na primeira partida, em Montes Claros, fecha a série das quartas de final,elimina os atuais vice-campeões nacionais e, agora, encara o Sesi na semifinal. E uma coincidência. Se chegar à final, o Vivo/Minas jogará em casa, já que a partida que vale o título será disputada no ginásio do Mineirinho, em Belo Horizonte.

No jogo desta noite, o melhor jogador em quadra foi o central Henrique, ex-seleção brasileira. O time da capital mineira, tetracampeão nacional, tenta voltar ao pódio da Superliga, já que na temporada passada, acabou eliminado ainda nas quartas de final.

O jogo
O Vivo/Minas começou melhor e logo abriu 11 a 6 no placar. Entretanto, o visitante BMG/Montes Claros conseguiu entrar a tempo no jogo e tirou a diferença antes da segunda parada técnica (15 a 13). Depois, com três pontos de Salsa, empatou em 18 a 18. O set seguiu muito equilibrado e, após diversos erros de saque dos dois lados, os anfitriões fecharam em 32 a 30 em um duelo de opostos: bloqueio de André Nascimento em cima de Leandrão.

Na segunda parcial, o time de Belo Horizonte tentou abrir e fez 5 a 3. Porém, com um bloqueio, o BMG/Montes Claros buscou o 6 a 6, para depois levar mais dois pontos e chegar ao primeiro tempo atrás, com 8 a 6 no placar. O jogo seguiu equilibrado e o Montes Claros só abriu já na parte final do set, colocando três pontos de vantagem no 18 a 15. Do outro lado, o Minas buscou com um bloqueio do norte-americano Russell, líder das estatísticas no fundamento, depois de um rali e empatou em 23 a 23. Mas o Montes Claros s segurou e fez 26 a 24, empatando a partida.

Dessa vez, no terceiro set, são os visitantes quem saem na frente com 2 a 0 no placar. Com dois ataques de Chupita, o Vivo/Minas empatou em 2 a 2. Na sequência, os donos da casa embalaram e abriram 5 a 2 no ace de Marlon. Eles ainda marcaram 10 a 6 na maior vantagem na parcial até o momento. O Montes Claros tentou chegar, mas o Minas segurou a vantagem dessa vez e venceu o set por 25 a 20 no bloqueio em cima de Bruno Zanuto.

O Montes Claros começou o quarto set na frente, com 5 a 1 no marcador. Depois, ampliou para 8 a 3 na primeira parada técnica. Na volta, o Vivo/Minas encostou, com uma sequência de quatro pontos, com direito a dois bloqueios do central Henrique, e ficou no 8 a 7. O empate veio em 9 a 9. O set seguiu bastante equilibrado e tenso, com reclamação sobre a arbitragem. Mas o Montes Claros apareceu e abriu 21 a 17 já na parte final do set e fez 25 a 22, levando o jogo para o tie-break.

No quinto set, o Minas saiu na frente, com 4 a 1 no placar. Mas o jogo era mesmo um clássico e o Montes Claros buscou, encostando em 4 a 3. Aos poucos, o Minas recuperou a vantagem e fez 12 a 9 no ataque errado do time visitante. Depois, fechou o último set no erro de saque do Montes Claros e assegurou a vaga na semifinal do torneio nacional.
 

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG