Publicidade
Publicidade - Super banner
Vôlei
enhanced by Google
 

Michael esquece episódios e visa neutralizar ataques do Cruzeiro

Atleta do Vôlei Futuro preferiu deixar de lado polêmica sobre homofobia sofrida na primeira partida da semifinal da Superliga

Gazeta |

O meio de rede Michael, do Vôlei Futuro, preferiu deixar de lado as polêmicas sobre os ataques homofóbicos sofridos na primeira partida da semifinal da Superliga, e focar apenas no terceiro e decisivo duelo contra o Sada/Cruzeiro. De acordo com o jogador, o time de Araçatuba precisa redobrar a atenção com os atacantes adversários.

"É ir com a cara e a coragem, independente de tudo o que aconteceu fora de quadra. Vamos para Minas para ganhar e chegar à essa final. Trabalhamos muito essa semana para acertar cada detalhe", expôs Michael.

A partida está marcada para esta sexta-feira, em Contagem, interior de Minas Gerais, palco da polêmica que envolveu Michael no primeiro jogo. Quem vencer, encarará o Sesi-SP, de Murilo e Sidão e do técnico Giovane Gáveo, na decisão. Um dos destaques do segundo embate, realizado em Araçatuba, Michael quer repetir o desempenho e bloquear Wallace, principal pontuador da competição, e Acácio, outro que contabiliza boas médias.

"É buscar ter eficiência em nosso bloqueio em cima do Wallace, parar as jogadas dele e do Acácio e, além disso temos que usar nosso saque que funcionou muito bem no jogo em Araçatuba", analisou.

Leia tudo sobre: MichaelVôlei FuturoSuperliga masculinasadapolêmica

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG