Jogador da seleção brasileira se transferiu para o Ziraat Bankasi, da Turquia, já que não podia atuar no Brasil

Demitidos do Pinheiros/Sky no final do ano passado, o meio de rede Rodrigão e levantador Marcelinho, impossibilitados de mudar para outra equipe nacional, foram contratados por times do exterior. Após Marcelinho acertar com o Treviso, da Itália, foi a vez de Rodrigão assinar com o Ziraat Bankasi, da Turquia.

O central da seleção brasileira, de 31 anos, fará sua estreia já nesta terça-feira, quando seu novo clube enfrentará o CSKA Sofia, da Bulgária, em partida válida pelas quartas de final da Copa CEV.

Contratados a peso de ouro com o aporte da patrocinadora (junto de outros astros, como Giba e Gustavo), o elenco estelar do clube paulistano não obteve resultados a curto prazo e o fraco desempenho no início da Superliga 10/11, acabou sendo o estopim para a saída dos dois.

Como as inscrições para a competição nacional já tinham sido encerradas, a dupla foi obrigada a procurar clubes fora do país.

Atualmente, o Pinheiros ocupa a quinta colocação do Nacional, com onze vitórias e seis derrotas. O líder Sesi contabiliza 16 triunfos e apenas um revés.

Dispensado do Pinheiros, Rodrigão não podia assinar com nenhuma outra equipe do Brasil
Divulgação
Dispensado do Pinheiros, Rodrigão não podia assinar com nenhuma outra equipe do Brasil

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.