Oposto do Montes Claros marcou 13 pontos na vitória de 3 sets a 0 sobre os Estados Unidos e espera chamar a atenção

Para conquistar o título dos Jogos Mundiais Militares, a seleção brasileira de vôlei recrutou muitos jogadores de clubes que disputam a Superliga. Um deles, o oposto Alemão, do Montes Claros, de 23 anos, foi o destaque da vitória por 3 sets a 0 sobre os Estados Unidos, neste domingo, no Maracanãzinho. O jogador espera chamar a atenção do técnico Bernardinho, recebendo uma ‘promoção’ para a seleção principal.

“Essa é uma espécie de seleção ‘C’, então a gente que está aqui sempre tenta chegar o mais longe possível. Vou buscar aproveitar as oportunidades recebidas com os Jogos Militares para tentar me destacar e, quem sabe, receber uma chance no time principal. É o sonho de todo jogador”, declarou o jogador, que marcou 13 pontos na vitória brasileira.

Apesar da facilidade na estreia o jogador espera que o nível técnico melhore na sequência da competição. “China e Irã são os dois adversários que provavelmente devem dar mais trabalho. Espero que seja um campeonato competitivo e que a gente possa buscar esse título para o Brasil, a estreia foi fácil, mas não podemos nos enganar”, disse Alemão.

Outro destaque da partida, o central Vini, que atua no Sesi, acredita que o saque foi uma das chaves para a vitória tranqüila. “A gente conseguiu sacar muito bem desde o começo e isso já dificulta para o adversário. Agora precisamos pegar um padrão de jogo para enfrentar os times mais difíceis. O Brasil ainda não tem tradição no vôlei nos Jogos Militares e queremos conseguir essa medalha para o Brasil”.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.