Publicidade
Publicidade - Super banner
Vôlei
enhanced by Google
 

Lucão exalta "vitória por 4 a 0" e não escolhe adversário

Com a vitória contra a Argentina, Brasil espera resultado do confronto entre Polônia e Rússia para saber quem enfrenta na final

Gazeta Esportiva |

Foi uma vitória por 3 a 0, mas não foi fácil para a seleção brasileira neste sábado. Contra a Argentina, pela semifinal da Liga Mundial de Vôlei, houve até set de 42 pontos. Em função da maratona, que teve parciais de 25/22, 42/40 e 25/23, logo depois do duelo, Lucão ressaltou a força do time de Bernardinho nos momentos difíceis e seus vários estilos de jogo. Para a final, a 12ª do Brasil, o central não vê muito diferença entre Rússia e Polônia.

"Eu e o Cidão temos como principal força o ataque no meio de rede. Com as bases deles baixas, o Bruno procurou sair do central e ficamos com uma eficiência boa. Eles tiveram chances de ter fechado, nós também. Jogamos praticamente quatro sets, foi quatro a zero pra gente", declarou.

Para a final, Lucão garante que será a mesma motivação independentemente de quem se classificar. "Não escolhemos adversários, contra quem vier estaremos 100% desde quadra. As equipes são parecidas, tem um saque muito pesado e um bloqueio muito forte. Então, quem vier será muito parecido contra nós", acrescentou.

Já o aniversariante do dia, Cidão, recebeu até parabéns da torcida local. "Foi bonito, eu não esperava, mas agradeço ao público, foi bacana", contou o atleta, que também comentou o jogo complicado contra os rivais sul-americanos. "A Argentina é um time muito chato de se jogar, mas quando entramos em quadra já estávamos esperando bastante tocada de bola. É um jogo chato. Eu venho particularmente treinando o saque, mas tem dia que acaba não entrando e temos que optar por mais uma tática diferente. Hoje deu certo", completou o jogador de 29 anos.

Com o resultado, o Brasil aguarda o duelo entre Rússia e Polônia, que será realizado às 15 horas (de Brasília) deste sábado. Os poloneses têm um desfalque importante, Bartman, uma das referências do time. Já o time do técnico Bernardinho pode sofrer um golpe para a decisão: o líbero Serginho sentiu dores após a partida deste sábado e será reavaliado.

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG