Publicidade
Publicidade - Super banner
Vôlei
enhanced by Google
 

Líbero Serginho fatura 4 prêmios individuais após título

Brasileiro foi o melhor jogador da competição, além dos prêmios de melhor líbero, recepção e defesa

AE |

selo

Apesar da ineficiência dos ataques adversários durante praticamente todo o Campeonato Sul-Americano Masculino de Vôlei, encerrado neste domingo com o título do Brasil, o líbero Serginho foi o grande destaque da competição. Ele faturou não apenas o prêmio de melhor jogador de sua posição, mas também foi eleito o melhor atleta de todo o torneio. Ganhou ainda como melhor defesa e melhor recepção, deixando Cuiabá com quatro taças para a sua coleção individual.

Serginho sabe que o mais importante, porém, foi a conquista do título do torneio e da consequente classificação à Copa do Mundo, que será realizada entre 20 de novembro e 4 de dezembro, no Japão. "Estamos muito felizes, mas a alegria é ainda maior por termos conquistado a vaga para a Copa do Mundo, que é o primeiro passo rumo a Londres", disse Serginho. A competição classifica três países para os Jogos Olímpicos de Londres.

Outro brasileiro premiado foi Dante, dono do melhor ataque, e que colaborou bastante para dar à seleção a vaga na Copa do Mundo e o título do Sul-Americano, após vitória contra a Argentina, neste domingo. "Até o final da partida, o nosso foco estava totalmente voltado para o Sul-Americano. Sabíamos que seria um jogo complicado, estudamos muito o time da Argentina e estou feliz por termos conseguido essa vitória. Queríamos muito esse título e, a partir de agora, passamos a pensar na Copa do Mundo", comentou.

Também foram premiados individualmente os argentinos Sebastian Sole, que foi o melhor bloqueador, e Luciano De Cecco, melhor levantador, e o venezuelano Kervin Pinerua, que teve o melhor saque.

Participarão da Copa do Mundo os campeões de cada um dos cinco torneios continentais (sem tradição no vôlei, a Oceania é alijada), os quarto melhores segundos colocados destas competições a partir do ranking mundial, o Japão (dono da casa) e duas equipes convidadas. Já estão garantidos Cuba, Estados Unidos, Sérvia, Itália, Argentina e Brasil. Restam as definições dos campeões da África e da Ásia, além do melhor segundo colocado dentre essas duas competições. A Rússia, vice-líder do ranking mundial, deve ser uma das convidadas. A outra vaga deve ficar entre Bulgária e Polônia.

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG