Publicidade
Publicidade - Super banner
Vôlei
enhanced by Google
 

Líbero americana do Vôlei Futuro está internada em estado grave

Stacy Sykora teve traumatismo craniano e apresenta hemorragia no cérebro. Apesar de grave, quadro é estável

Aretha Martins, iG São Paulo |

Ao contrário do que foi informado logo após o acidente de ônibus com a delegação feminina do Vôlei Futuro, na noite da última terça-feira, há um quadro grave entre as atletas feridas. 

Trata-se da líbero americana Stacy Sykora, que de fato já inspirava preocupações desde o momento do acidente, ocorrido a 500m do Ginásio José Liberatti, em Osasco. A atleta estrangeira está internada em estado grave na UTI do Hospital Sírio-Libanês, na região central de São Paulo.

Segundo o canal "Sportv", que entrou em contato com um médico que atendeu a americana, Stacy apresenta traumatismo crânio-encefálico. Foram detectadas pequenas hemorragias no cérebro e corre-se o risco de atleta ficar com alguma sequela. Por conta deste quadro, a equipe médica monitora a pressão interna no crânio da atleta por meio de um catéter.

Stacy está sedada e os médicos aguardam que o cérebro absorva a hemorragia. Como o quadro é estável, não há a necessidade de cirurgia. O Sírio-Libanês não vai divulgar boletins médicos sobre a situação da líbero enquanto não receber o aval de um parente. O Vôlei Futuro confirmou que a irmã de Stacy já está a caminho do Brasil.

Eleita a melhor líbero do mundo, Stacy Sykora deve ficar pelo menos mais 15 dias internada. É certo que ela está fora do restante da Superliga feminina.

Pelo Twitter, durante o dia nesta quarta-feira, diversas jogadores da equipe afirmaram que Stacy seguia sob cuidados médicos, mas que ela estava bem. “A Stacy não teve nada muito grave e vai ficar bem”, escreveu a líbero Joycinha. “O caso dela foi um pouquinho mais grave, mas ela está muito bem assistida pelos médicos no hospital. Quando atinge a cabeça acaba preocupando bastante né! Mas vamos esperar os detalhes precisos dos médicos e enquanto isso, oramos ok!”, pediu ponteira Paula Pequeno.

O acidente aconteceu no caminho para a primeira partida da semifinal da Superliga feminina, contra o Sollys/Osasco. A CBV (Confederação Brasileira de Vôlei) deve definir, ainda nesta quarta-feira, uma nova data para o jogo. A USA Volleyball, confederação norte-americana da modalidade, divulgou nota de apoio a Stacy, assim como o técnico da seleção norte-americana, Hugh McCutcheon.

Leia tudo sobre: voleivolei futurostacy sykorasuperliga feminina

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG